Edição anterior (2019):
quinta-feira, 21 de maio de 2020
Ed. 2019:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2019): quinta-feira, 21 de maio de 2020

Ed.2019:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Dia do Nacional do Pedagogo  

Diante da pandemia, profissão vem passando por adaptações

Camila Caetano – especial para o Diário

 

Nesta última quarta-feira (20) foi comemorado o Dia Nacional do Pedagogo, o profissional essencial para formação de bons adultos e profissionais. De acordo com o Ministério da Educação, a data tem, entre os seus inúmeros objetivos, o de fortalecer o debate do papel das famílias e escolas no desenvolvimento geral das crianças e jovens estudantes, delimitando as responsabilidades de cada um e, ao mesmo tempo, criando alternativas que ofereçam um ensino de qualidade e levem-nos a uma boa formação profissional e, acima de tudo, humana.  

Diante da situação pandêmica que a população mundial vem enfrentando, a profissão do pedagogo vem passando por diversas adaptações. Entre elas, a do ensino online. Para obter informações mais embasadas sobre o assunto, duas profissionais da área foram consultadas pelo Diário. São elas: Elaine Assis, e Elen Thomaz.

Segundo Elaine, o campo de atuação do Pedagogo é muito vasto, sendo que o mesmo é de fundamental importância em todas as instituições de cunho educativo. Ela relembra os tempos em que o pedagogo era visto apenas como o responsável pela alfabetização.

- Este profissional está praticamente dimensionado a interagir sempre em espaços escolares assumindo a classe regular de ensino como professor das primeiras séries, a coordenação pedagógica, a supervisão educacional, a orientação, e a direção. Porém, ao focarmos o pedagogo em empresas, na área social e hospitalar este profissional assume um determinado perfil e isto historicamente deve-se ao fato de que a formação de professores e pedagogos no Brasil, esteve vinculada a preparação de profissionais para atuarem dentro da escola com o processo de ensino e aprendizagem, antes éramos vistos apenas como os responsáveis pela alfabetização  – contou.

Ela reiterou dizendo que durante a pandemia, o pedagogo é de extrema importância para auxiliar aos demais a criar estratégias para obtenção de conhecimento.

- O Pedagogo em meio a pandemia, é o profissional que atua ajudando nas tecnologias educacionais e a criar estratégias para construção de conhecimento em meio uma situação atípica. Ou seja, ele vai orientar professores, alunos e educandos, para que todos tenham estratégias eficazes para todo o contexto educacional – destacou.

Enquanto isso, Elen contou ao Diário que além de tudo, ser pedagogo é saber lidar com as diferenças, sem preconceitos, sem distinção de raça, sexo, ou religião, e o trabalho deve ser executado com muita dedicação, confiança e perseverança, visto que o mesmo ultrapassa os limites da sala de aula.

- O nosso foco é a educação e buscamos métodos que tornem a aprendizagem viável, prazerosa e eficaz. Somos formadores de opinião, e por isso luto por uma educação mais justa e digna. Pedagogia é compromisso com a educação, o amor pela profissão, a busca do conhecimento. Nosso trabalho vai bem além das salas de aula. Temos que ser responsável, que conhecer os caminhos da aprendizagem, suas metas, e saber atingi-las, pois nas nossas mãos concentram-se o futuro de muitos outros profissionais como médicos, dentistas, farmacêuticos, e afins. Ser pedagogo é ser responsável pelo caminho de cada um deles – reitera

Elen ainda conta como está lidando com a educação durante a pandemia, visto que, segundo ela, o cenário é muito desafiador.

- Nessa época de pandemia, tudo está sendo muito desafiador, eu estou ministrando o conteúdo de forma online, nesse contexto vejo o quanto temos que criar métodos, para que o aluno receba o conteúdo e saiba lidar com os desafios dessa tecnologia. Considerando que eles foram obrigados a evoluir dentro de uma plataforma desconhecida e inovadora, estamos tendo resultados satisfatórios, e como vivemos por eras, definitivamente a era digital chegou – disse ela, que continuou:- sinto falta do calor humano, do abraço e da cumplicidade dos meus alunos. Mas creio que, em breve, voltaremos às aulas presenciais, mais unidos e tendo como objetivo o crescimento e desenvolvimento intelectual e criativo de todos os alunos – finalizou.



Edição anterior (2019):
quinta-feira, 21 de maio de 2020
Ed. 2019:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2019): quinta-feira, 21 de maio de 2020

Ed.2019:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior