Edição anterior (1729):
segunda-feira, 05 de agosto de 2019
Ed. 1729:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1729): segunda-feira, 05 de agosto de 2019

Ed.1729:

Compartilhe:

Voltar:


  Geral

Dia do Padre é celebrado neste domingo

 

 Padre Francisco Montemezzo, de origem italiana, que mora no Brasil, contou sobre a importância da data e da vocação

O Dia do Padre é celebrado, desde 1929, todo dia 4 de agosto. Essa é a data da festa de São João Maria Vianney, considerado um dos mais notáveis conselheiros do mundo católico em sua época, que faleceu neste dia. O Sacerdote francês foi proclamado, pelo Papa Pio XI, como padroeiro dos padres e das demais pessoas que servem aos ensinamentos de Deus.

O Padre Francisco Montemezzo, natural de Pádua, na Itália, atualmente faz parte do Seminário Diocesano Nossa Senhora do Amor Divino, em Corrêas. Francisco, que atua na vocação há mais de 57 anos, conversou com o Diário de Petrópolis para falar sobre a importância, tanto da data, quanto da vocação para a sociedade.

História e motivação para ser padre


 O Padre Francisco contou como surgiu sua motivação para seguir a vida de padre. Francisco disse que desde pequeno, quando ainda morava na Itália, teve a vontade de se tornar padre e missionário. O padre conta que sempre teve uma família bastante religiosa e que precisou “lutar” para seguir na vocação, contando com o apoio, principalmente, de sua avó.

-Nasci na Itália, e sempre tive uma família muito religiosa. Acho que isso pode ter sido uma influência. Desde pequeno, já era coroinha, e sempre tive a vontade de me tornar missionário e padre. Aos 12 anos entrei para um seminário, onde fiquei fazendo um curso de seminarista por 13 anos, e ficava encantado. Criança você sabe como é. Aos 25 finalmente me formei como padre. Fui enviado para trabalhar no Equador, onde fiquei por 11 anos. Saindo de lá já vim direto para Petrópolis, trabalhando por nove anos na Paróquia São José do Itamarati, 31 anos na Igreja Santo Antônio do Alto da Serra e atualmente estou aqui no Seminário de Corrêas há cerca de quatro anos. Tive que insistir bastante com minha família para seguir esse caminho. Uma pessoa que me deu bastante apoio foi minha avó – contou.

O padre ainda contou que decisões como essa, não se tratam de escolhas pessoais, mas sim de um chamado divino.

-A vocação é algo que não escolhemos. Deus é quem determina para qual caminho iremos seguir. E esse foi o que ele quis para mim. Realmente foi algo que veio de um chamado divino. Para ter noção tenho quatro irmãos e todos casados, apenas eu que segui esse caminho. Não me via fazendo outra coisa, então realmente acho que esta é minha vocação verdadeira – disse o padre.

A importância do padre para a sociedade

Francisco falou sobra a missão dos padres na sociedade, dizendo que é uma forma de ligação entre Deus e o povo. Além disso, é responsável por dar esperança às pessoas necessitadas e doentes, principalmente crianças. Para Francisco é extremamente gratificante ver que está ajudando outras pessoas.

-Para mim a função do padre é de dar uma nova esperança e uma nova vida para o povo. Muitas vezes os padres são conhecidos por curar doentes, e salvar pessoas do caminho ruim. Dar a segurança para as pessoas de que quem estiver comigo agora estará na eternidade. A população precisa de uma felicidade, não só no aspecto físico, mas também no espiritual, e o padre colabora para isso. Poder estar ao lado do povo, sobretudo dos necessitados, e poder dar essa esperança a elas é uma coisa que me motiva muito para continuar. É gratificante. Dá uma vida nova à pessoa que tem fé. O padre, além de tudo, é a ligação que o povo tem com Deus – contou Francisco.

Sobre a data

Celebrada no mundo inteiro, a data é bem significativa para os padres, segundo Francisco. Contou que o sacerdote francês, João Maria Vianney, serve como referência para levar no caminho de todos que exercem a função. Disse também que, apesar de ser uma data importante para os padres, o mês do agosto possui diversas outras celebrações.

-Essa é a data da morte de um santo, que serve como exemplo de vida e referência para todos nós, padres. Era um homem que possuía suas limitações intelectuais, mas sempre foi um homem de Deus, responsável por atender milhões de pessoas. É uma data muito significativa para nós, pois nos faz refletir sobre nossa missão. Essa data específica é muito importante, mas, durante o mês inteiro, temos várias celebrações nos domingos, sendo conhecido como o mês vocacional. Este primeiro domingo com a imagem do padre, o segundo com o Dia dos Pais, possuindo uma semana dedicada à imagem da família – completou.



Edição anterior (1729):
segunda-feira, 05 de agosto de 2019
Ed. 1729:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1729): segunda-feira, 05 de agosto de 2019

Ed.1729:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior