Edição anterior (1671):
sábado, 08 de junho de 2019
Ed. 1671:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1671): sábado, 08 de junho de 2019

Ed.1671:

Compartilhe:

Voltar:


  Economia

Dia dos Namorados começa a movimentar comércio da cidade

 O casal  Juliano Frazão e Daiane Lima decidiu não trocar presentes para construir a casa própria

Mesmo com aumento nas vendas, movimento é menor do que em 2018

João Vitor Brum - joaovitor@diariodepetropolis.com.br

Na próxima quarta-feira (12), é comemorado o Dia dos Namorados. A data, celebrada por muitos casais, movimenta diversos setores da economia local, com maior movimento em lojas de roupas, presentes, chocolates, além de floriculturas e restaurantes. Neste ano, o movimento começou a ser percebido nesta semana, junto à chegada do frio.

A Confederação Nacional do Comércio de Bens, Serviços e Turismo (CNC) apresentou uma pesquisa que indica uma previsão de alta de 1,9% nas vendas de Dia dos Namorados, o que representaria o terceiro ano consecutivo com melhora. Entretanto, os comerciantes da cidade ainda não sentiram o aumento.

- Nesta semana, com a chegada do frio e a proximidade com o Dia dos Namorados, as vendas melhoraram muito. Mesmo assim, o movimento caiu muito em comparação ao ano passado. Vejo uma vontade e/ou condição menor das pessoas em comprar presentes mais caros – disse o proprietário da loja de roupas Giselle Jeans, Antônio Tavares.

Na loja de chocolates Cacau Show, o movimento segue fraco. Segundo Juan Plantz, que trabalha no estabelecimento há um ano, as pessoas geralmente deixam as compras para o último momento.

- Foi assim também no Dia das Mães. As pessoas vêm, procuram algumas coisas, mas não compram. Quando está mais em cima da hora, as vendas aumentam bastante – disse Juan.

O casal Juliano Frazão e Daiane Lima, que está junto há dois anos e meio, decidiu não trocar presentes neste ano. Segundo o casal, a realização de sonhos em conjunto é a prioridade.

- Não vamos comprar presentes um para o outro pois estamos com um foco: realizar o sonho da casa própria. Estamos usando nosso dinheiro para a obra de nossa residência, no Vale do Carangola, e esse é o maior presente que poderíamos ganhar – disse Daiane.

Segunda a comerciante Iara Queiroz, proprietária da loja Apaixonados por Presentes, as pessoas têm procurado presentes mais exclusivos, que tenham mais a ver com a pessoa.

- Vejo uma procura maior por produtos exclusivos, que são, inclusive, o foco da loja. Algumas pessoas montam kits próprios, outras buscam coisas que tenham a ver com o gosto pessoal de cada um, como objetos com temas de personagens, coisas assim... O movimento aumentou bem nesta semana, e acredito que aumente mais nos próximos dias – disse Iara.



Edição anterior (1671):
sábado, 08 de junho de 2019
Ed. 1671:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1671): sábado, 08 de junho de 2019

Ed.1671:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior