Edição anterior (2291):
quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021
Ed. 2291:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2291): quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021

Ed.2291:

Compartilhe:

Voltar:


  Geral

Dia Nacional de Combate ao Alcoolismo: Consumo de bebidas alcoólicas cai na pandemia, mas ainda preocupa

 

 

Nesta quinta (dia 18), é lembrado o Dia Nacional de Combate ao Alcoolismo, criado para conscientizar a população sobre os males causados pelo consumo excessivo de álcool. 

Apesar da doença estar relacionada a uma série de complicações ao organismo, levando a sequelas irreversíveis e, inclusive, à morte de mais de 3 milhões de pessoas todos os anos no mundo, dados do IPC Maps especializado em potencial de consumo com base em dados oficiais - apontam para um crescimento rigoroso no que se refere às despesas com bebidas alcoólicas nos últimos anos no Brasil.

Segundo Marcos Pazzini, responsável pelo estudo, “entre 2016 e 2019, os gastos no setor dispararam de R$ 25,3 bilhões para R$ 30,6 bilhões em todas as classes sociais”. Em 2020, por sua vez, houve um recuo de 26,9%, totalizando R$ 22,3 bilhões dos desembolsos nesta categoria (veja tabela anexa). Mas o cenário ainda é alarmante. Para Pazzini, a projeção é que esse tipo de consumo volte a subir, já que seu declínio é atribuído somente à recessão provocada pela pandemia, assim como aconteceu com a maioria dos setores econômicos. “A procura por bebidas alcoólicas está muito mais ligada a hábitos de consumo de parte da população, principalmente a mais jovem, que vincula diversão ao álcool”, considera o especialista.

Sobre o IPC Maps

Publicado anualmente pela IPC Marketing Editora, empresa que utiliza metodologias exclusivas para cálculos de potencial de consumo nacional, o IPC Maps destaca-se como o único estudo que apresenta em números absolutos o detalhamento do potencial de consumo por categorias de produtos para cada um dos 5.570 municípios do País, com base em dados oficiais, através de versões em softwares de geoprocessamento. Este trabalho traz múltiplos indicativos dos 22 itens da economia, por classes sociais, focados em cada cidade, sua população, áreas urbana e rural, setores de produção e serviços etc., possibilitando inúmeros comparativos entre os municípios, seu entorno, Estado, regiões e áreas metropolitanas, inclusive em relação a períodos anteriores. Além disso, o IPC Maps apresenta um detalhamento de setores específicos a partir de diferentes categorias.



Edição anterior (2291):
quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021
Ed. 2291:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2291): quarta-feira, 17 de fevereiro de 2021

Ed.2291:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior