Edição anterior (1676):
quinta-feira, 13 de junho de 2019
Ed. 1676:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1676): quinta-feira, 13 de junho de 2019

Ed.1676:

Compartilhe:

Voltar:


  Colunistas
Diário Automóveis
COLUNA

 

 

 

Instituto de Qualidade Automotiva  orienta como viajar em segurança no feriado  

 Vai pegar a estrada no feriado prolongado de Corpus Christi? Então, siga as recomendações do Instituto da Qualidade Automotiva

 Muitas famílias já começam a se planejar para o feriado prolongado de Corpus Christi, celebrado em 20 de junho, período em que pegam a estrada para visitar familiares ou conhecer lugares diferentes. O principal objetivo é viver experiências positivas, o que pode não ser concretizado pela falta de alguns cuidados com o veículo e o planejamento da viagem.

O Instituto da Qualidade Automotiva (IQA) orienta como fazer uma viagem de carro tranquila, a partir de recomendações de segurança, que valem para todos os veículos. Não importa se são novos, seminovos ou já nem pagam mais IPVA, os automóveis precisam estar com a manutenção em dia para pegar a estrada.

 Muitos componentes trabalham praticamente durante todo o funcionamento do carro, como pneus, amortecedores, motor, freios e câmbio, portanto sofrem desgaste e apresentam prazo de validade determinado, estabelecido por idade ou quilometragem, então precisam de manutenção durante a vida útil do veículo. Veja algumas dicas de segurança:

 Motor – O motor requer atenção especial, porque qualquer negligência na manutenção pode custar caro. Mantenha a troca de óleo em dia – se for recomendada a troca a cada 5 mil quilômetros, faça. Não trocar o óleo pode ocasionar prejuízos. Lembre-se de trocar o filtro de óleo sempre que trocar o óleo. Do contrário, será o mesmo que fazer café novo com filtro usado.

 Suspensão – Antes de viajar, leve o carro a uma oficina certificada para verificar o sistema de suspensão, responsável por oferecer melhor desempenho ao veículo, segurança e conforto aos ocupantes. O mecânico irá analisar as peças que podem sofrer desgaste e, se necessário, fazer a troca da forma correta para reforçar a segurança na estrada.

 Direção – A direção deve ser justa e precisa. Vale observar o alinhamento e o balanceamento do veículo porque garantem boa dirigibilidade e contato perfeito do pneu com o solo. Caso não haja o devido alinhamento, pode haver desgaste irregular no pneu e perda de controle direcional. Sem balanceamento, pode haver vibração do volante, o que prejudica a condução do veículo.

Pneus – Os pneus possuem limite de uso, que pode ser identificado a partir de pequena elevação presente entre os sulcos. Quando a superfície do pneu está na mesma altura dessa elevação, é hora de trocar para garantir a aderência com o solo. Ainda é importante manter a calibração correta dos pneus, informação que pode ser encontrada no manual de proprietário.

 Freios – Os freios estão entre os itens que mais se desgastam, então é importante ficar atento para fazer a troca de pastilhas e disco de freio. Acompanhe a quilometragem estabelecida pelo fabricante para troca, além de observar o nível do fluído de freio.

 Fluídos – Para garantia de um bom funcionamento, o carro precisa de vários tipos de fluídos como de freios e líquido de arrefecimento, cuja função principal é aumentar a vida útil de componentes, ao diminuir o atrito e controlar a temperatura, portanto sempre verifique os níveis. O manual do proprietário apresenta estas informações sobre troca de óleos, filtros e correias, entre outros.

 Elétrica – A parte elétrica de um carro envolve a bateria e o sistema de partida, assim como as luzes de setas, faróis e lanternas.

 O site do IQA (www.iqa.org.br) possui uma lista de oficinas que possuem certificação de qualidade e oferecem o suporte necessário para realizar a manutenção do veículo. Além de levar o veículo para a revisão, o motorista precisa ficar atento a outras medidas de segurança antes da viagem, como:

 Planejamento de rota – Planejar o percurso e as paradas do caminho é importantíssimo porque evita perder tempo com estradas ruins ou congestionadas, gastar dinheiro com um longo percurso e pedágios desnecessários ou passar por lugares perigosos. Assim terá mais conforto e tranquilidade na condução do veículo.

 Viaje com tranquilidade – Sempre que for dirigir por muito tempo, esteja descansado. Vista uma roupa confortável e calçado adequado. Também não beba nada alcoólico ou se alimente demais, isso pode afetar seus reflexos durante a condução do veículo. Se ficar cansado ou com sono durante a viagem, faça uma parada em lugar seguro e volte a dirigir quando estiver melhor.

Atenção redobrada – Enquanto dirige, evite desviar a atenção da estrada, como olhar no celular ou trocar de música. Um pequeno desvio no foco pode causar um acidente fatal, dependendo da velocidade que acontece. Quando o motorista dirige a 100 km/h e se distrai por um segundo, o veículo anda cerca de 28 metros. Se for preciso frear de emergência, o espaço poderá não ser suficiente.

 Animais de estimação – Se for viajar com os animais de estimação, mantenha-os presos por cintos de segurança específicos para veículos, assim eles estarão protegidos em casos de freadas bruscas, por exemplo. Se o animal ficar muito agitado, faça pausas em locais seguros para ele relaxar um pouco. Lembre-se também de conferir se o lugar de destino aceita animais.

 

 

Renault entrega os primeiros carros 100% elétricos para a administração de Fernando de Noronha

· Foram cedidos 3 Zoe, 2 Twizy e 1 Kangoo Z.E. para uso oficial da Administração Distrital da ilha em regime de comodato. Iniciativa faz  parte do Projeto Noronha Carbono Zero

· Decreto-lei prevê que a partir de 2022 apenas carros elétricos poderão entrar no arquipélago

 

 

A Renault entregou no último sábado, 8 de junho, os primeiros carros 100% elétricos para a Administração de Fernando de Noronha. Os seis veículos – 3 Zoe, 2 Twizy e 1 Kangoo Z.E. – e os quatro carregadores foram cedidos para uso oficial da Administração local em regime de comodato. 

A parceria da Renault com a Administração da ilha faz parte do Projeto Noronha Carbono Zero, para a circulação dos carros 100% elétricos em Fernando de Noronha, considerado Patrimônio Mundial da Humanidade desde 2001 pela Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco). 

Na semana passada foi assinado pelo governador de Pernambuco, Paulo Câmara, um Decreto-lei que veta a entrada de carros, motos, ônibus e caminhões que emitem dióxido de carbono a partir de 10 de agosto de 2022, permitindo apenas a circulação de unidades já presentes na ilha. A nova legislação ainda prevê, de 2030 em diante, a retirada da ilha de todos os veículos movidos a gasolina, álcool e óleo diesel. 

“Essa é mais uma solução de mobilidade sustentável da Renault do Brasil. Para nós é uma honra estarmos presentes em Fernando de Noronha, que é um símbolo de preservação ambiental no Brasil e no mundo”, afirma Ricardo Gondo, presidente da Renault do Brasil. 

Além da entrega dos veículos, a Renault abriu a venda de carros 100% elétricos para moradores de Fernando de Noronha, com condições especiais de pagamento. Na assinatura do Decreto-lei também foi divulgado o número de autorizações ecológicas que serão concedidas para quem quiser obter um veículo em acordo com as especificações ambientalmente corretas.

"O nosso objetivo é zerar a emissão do carbono na ilha até 2030, conforme as premissas do Noronha + 20, que são regidas pela sustentabilidade em diversas áreas da gestão pública. Noronha Carbono Zero, através dos carros elétricos, é apenas o início de novas opções sustentáveis para a mobilidade e a matriz energética da ilha”, diz Guilherme Rocha, Administrador da ilha.

No Brasil, desde 2013 a Renault comercializa veículos elétricos para empresas e projetos de mobilidade sustentável com os modelos: Zoe, Twizy, Kangoo Z.E. e Fluence Z.E.. São cerca de 20 clientes e parceiros nesses projetos, como Porto Seguro, Fedex, CPFL e Itaipu, entre outros. Ao todo já são mais de 200 veículos elétricos Renault em circulação no país, número que coloca a marca como líder de veículos 100% elétricos também no Brasil. 

Em Fernando de Noronha, por exemplo, um Kangoo Z.E. da Celpe, do grupo Neonenergia, que já roda na ilha desde 2015, abastecido exclusivamente, por energia solar fotovoltaica para estudos do desempenho operacional desta mobilidade em área de preservação ambiental. 

Desde que o Zoe começou a ser vendido também para consumidor final no Brasil, em novembro de 2018 durante o Salão do Automóvel de São Paulo, já foram entregues 20 Zoe para o consumidor final e um novo lote já chegou para atender os novos pedidos. 

O  Grupo Renault foi pioneiro na venda de veículos 100% elétricos no mundo. Os negócios da Renault não se resumem a desenvolver, fabricar e comercializar automóveis, mas buscam oferecer soluções de mobilidade sustentáveis. 

Soluções de mobilidade no Brasil 

Em abril, a Renault inaugurou no Cubo Itaú a iniciativa de carsharing do Zoe, solução de mobilidade compartilhada e 100% elétrica, para os mais de mil residentes do Cubo Itaú e para os mais de 300 colaboradores da Renault que ficam no escritório da Vila Olímpia, em São Paulo. 

A iniciativa de carsharing para os colaboradores de São Paulo é uma continuidade do lançamento que a Renault fez no Complexo Ayrton Senna, em São José dos Pinhais, no Paraná, que após uma prova de conceito (POC) passou a oferecer o sistema de carsharing para todos os colaboradores da Renault. Por meio do aplicativo Renault Mobility, a marca disponibiliza os veículos de frota para uso compartilhado. O colaborador pode reservar um veículo em qualquer horário e dia da semana, retirá-lo e devolvê-lo local de trabalho.

Outra iniciativa de carsharing foi em parceria com a MRV em um condomínio de Belo Horizonte, Minas Gerais. Neste caso os moradores tiveram à disposição duas unidades do Zoe para uso compartilhado. Em breve outro projeto como esse será lançado em um condomínio da MRV em São Paulo.

 Projetos de mobilidade no mundo

• Moov’in Paris: serviço de compartilhamento de veículos para reserva imediata. Projeto desenvolvido na França que oferece 100 Zoe e 20 Twizy para uso compartilhado, pelo preço de 0,39 euros por minuto. A reserva é feita por meio de um aplicativo. O serviço está disponível em Paris e em Clichy.

• Zity: serviço de compartilhamento de veículos, possui mais de 650 Zoe em Madri, na Espanha.

• Smart Island: projeto com parceiros privados e governamentais que reúne conceitos de Smart Grids, veículos conectados, inteligentes, eco-friendly e segunda vida de bateria. Dois exemplos são Porto Santo, com 14 Zoe e 6 Kangoo Z.E., e Belle-Ile-En-Mer, com 18 Zoe e 2 Kangoo Z.E..

• Renault Mobility: serviço de compartilhamento de veículos por meio de aplicativo, disponível em Paris, com possibilidade de reservas.

• Marcel: serviço de aluguel de veículo elétrico Zoe com motorista disponível 24h todos os dias na semana, também em Paris. 


Zoe

O compacto Zoe, o elétrico mais vendido da Europa, é vendido no mercado brasileiro na versão Intense com preço sugerido de R$ 149.990. O modelo pode ser comprado pelo site https://eletricos.renault.com.br/ ou em duas concessionárias: Sinal, em São Paulo, e Globo, em Curitiba.

O Zoe possui autonomia superior a 300 quilômetros (ciclo WLTP), graças à bateria Z.E. 40. Plugado em uma corrente trifásica de 22 kW, o veículo leva apenas 1h40 para chegar 80% de sua carga total.

A bateria Z.E. 40 foi desenvolvida com base em uma importante inovação: o aumento da densidade energética por meio do aumento da capacidade de armazenagem da bateria, mantendo o tamanho, solução mais avançada para também para respeitar a limitação em relação ao aumento de peso.

O Zoe possui um motor de alta eficiência energética e uma gestão eletrônica otimizada da bateria, limitando o consumo elétrico do veículo na utilização, ao mesmo tempo em que mantém a potência. Lançado no início de 2015, o R90 é um motor 100% Renault.

Desde o lançamento, o Zoe é o carro-chefe da tecnologia Renault Z.E., representando a excelência elétrica do Grupo. Entre os destaques desta tecnologia estão a frenagem regenerativa e a bomba de calor, que maximizam a autonomia.

O Zoe é um veículo ágil, fácil de manobrar e agradável ao dirigir, graças a um chassi adaptado às especificidades elétricas e ao trabalho realizado no ajuste da direção, pneus e amortecedores.

·       Em uma fração de segundo, o motor elétrico R90 entrega um torque máximo de 22,9 kgfm, permitindo acelerações e retomadas ágeis mesmo em baixa rotação. A aceleração vai de 0 a 50 km/h — faixa mais frequente em uso urbano — em 4 segundos. 

·       A aceleração é fluida, perfeitamente linear e sem solavancos. Do ponto de vista do condutor, é como se ele tivesse o melhor câmbio automático do mercado. 

·       Paralelamente, a natureza elétrica do Zoe proporciona uma condução mais tranquila principalmente graças à ausência de ruído do motor e vibrações. 

·       O som medido na cabine do Zoe entre 40 e 75 km/h é de 60 a 65 dB, o que é duas ou três vezes menor se comparado a um veículo térmico de potência equivalente. 
 

Kangoo Z.E. 

O Kangoo Z.E. é pioneiro e líder de mercado de furgões elétricos na Europa, com mais de 25.000 unidades vendidas desde seu lançamento, em 2011. O Kangoo Z.E. é produzido na França e oferece a maior autonomia disponível para um veículo utilitário leve elétrico: 270 km, segundo norma NEDC. Em uso real de ciclo de entregas, isso corresponde a uma autonomia que permite rodar de 120 a 200 km (conforme a topografia, temperatura externa, vento, estilo de condução, entre outros). O propulsor R60 de 44kW, 60 cv é derivado do motor R90 do Zoe. 


Twizy

O Twizy, de dois lugares, é projetado para uso estritamente urbano. Pequeno, ágil e versátil, se encaixa em qualquer vaga. Alimentado com baterias de íon de lítio, seu motor elétrico dianteiro tem 17 cv de potência e 5,8 kgfm de torque. A velocidade máxima vai até 85 km/h e a autonomia atinge até 100 quilômetros.

 

 



Edição anterior (1676):
quinta-feira, 13 de junho de 2019
Ed. 1676:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1676): quinta-feira, 13 de junho de 2019

Ed.1676:

Compartilhe:

Voltar:

Veja também:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior