Edição anterior (1919):
terça-feira, 11 de fevereiro de 2020
Ed. 1919:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1919): terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Ed.1919:

Compartilhe:

Voltar:


  Educação
 

Educação integral: qualidade no ensino já é referência na rede municipal

Merenda e atividades diferenciadas em 24 escolas

Com mais de 2 mil alunos matriculados em 24 escolas, a educação em tempo integral já é referência no ensino de qualidade na rede municipal de Educação. Em 2016 apenas 4 escolas ofereciam esse tipo de atendimento. O prefeito Bernardo Rossi visitou nessa segunda-feira (10.02) três escolas que oferecem o integral: Soroptimista, Municipalizada Sebastião Lacerda e São João Batista.

“Reforço na merenda, acompanhamento pedagógico, artes, esporte, saúde, tudo organizado para que as crianças se sintam acolhidas no ambiente escolar. O integral é essencial para as crianças e também para os pais, que podem ficar tranquilos sabendo que os filhos estão mais tempo na escola e com todo suporte e segurança necessários”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

O integral chegou na E.M Soroptimista, no Pedras Brancas, em 2018 e já atende 90 alunos da educação infantil até o 5º ano do ensino fundamental. Na escola as atividades funcionam de forma integrada, o que encanta as crianças. “Os alunos estão integrados com a proposta. Valores foram pensados para envolver toda a comunidade escolar nessa realidade tão rica que é o integral. A integralidade é trabalhada de todas as formas. Amor, respeito, honestidade, companheirismo, amizade e tolerância são os valores que incentivam o nosso trabalho”, contou a diretora da escola, Cristiana Alves.

Durante a visita na escola, o prefeito Bernardo Rossi conversou com funcionários e visitou as salas temáticas especialmente preparadas para atendimento do integral. “Uma escola animada com o integral, com atividades que encantam as crianças”, contou Bernardo Rossi.

“Gosto muito da escola e principalmente das atividades com a leitura”, disse o aluno Mauro de Lima, de 9 anos, aluno do 4º ano do ensino fundamental. O integral também conquistou Ana Lívia Barbosa, de 7 anos, aluna do 2º ano do ensino fundamenta. “É mais divertido ficar o dia inteiro na escola. A gente brinca e aprende muitas coisas bacanas também”.

Na Escola Municipalizada Sebastião Lacerda, no Rocio, o integral chegou nesse ano: são 43 alunos matriculados do 3º período da educação infantil até o 5º ano do ensino fundamental e foi uma conquista há muito tempo esperada pela comunidade. “Eles queriam o integral e isso mudou a nossa realidade. É muito importante para as crianças e estamos realmente muito felizes. Agradeço ao prefeito Bernardo Rossi pela visita e por ter tornado nosso sonho realidade”, contou a diretora da escola, Deise Mota de Oliveira.

A Escola São João Batista funciona como integral desde 2018 e atende atualmente 97 alunos do 4º período da educação infantil até o 5º ano do ensino fundamental. Além de Português e Matemática, corpo e movimento, saber saúde e inglês são eixos trabalhados no integral na escola.

“Um local que já é referência no atendimento e é bastante procurado pela comunidade justamente pelo ótimo trabalho realizado. Todas as escolas que estruturaram o integral estão conquistando bons resultados e as novas, que iniciaram nesse ano, também estão se adaptando a essa nova realidade, tão importante para a nossa rede”, afirmou a secretária de Educação, Marcia Palma.

Vale salientar que as estratégias do município para incentivar a educação integral superaram as expectativas: até 2025 o governo federal, segundo o Plano Nacional de Educação, estipula que 50% dos alunos da rede precisam estar em escolas de tempo integral. A meta 6 do PNE também prevê que o município tem que aumentar gradativamente, a cada ano, até 20% das escolas que trabalham anos iniciais do ensino fundamental com educação integral e o município já superou a meta: com 22% de unidades atendendo em tempo integral.

Passaram a oferecer o ensino integral – a partir do programa PIAC, em 2020 - as unidades: E.M Oswaldo Costa Frias (Posse); E.M Antonio José de Lima (Posse); E.M Sebastião Lacerda (Rocio); E.M Américo Fernandes Ribeiro (Vale das Videiras); CIEP Brizolão 474 Maestro Guerra Peixe Municipalizado (Cascatinha); E.M Amélia Antunes Rabelo (Madame Machado); E.M Lúcia de Almeida Braga (Carangola); EM Professor Joaquim Deister (Floresta) e E.M Darcy Correa da Veiga (Itaipava).

Além dessas, já atendem de forma integral as escolas: E.M Johan Noel – educação infantil até o 5º ano do fundamental; E.M Luiz Carlos Soares (Morin) – educação infantil ao 4º ano do ensino fundamental; E.M Senador Mário Martins (Caxambu) – educação infantil até o 5° ano do ensino fundamental; E.M Monsenhor Cirillo Calaon (Jardim Salvador) – educação infantil até o 3° ano do ensino fundamental; E.M Magdalena Tagliaferro (Castelo São Manoel) – educação infantil até o 5° ano do ensino fundamental;  Ana Mohammad (Sargento Boening – educação infantil ao 5º ano), Soroptimista (Pedras Brancas – educação infantil ao 5º ano), Leonardo Boff (Duarte da Silveira / Contorno – educação infantil ao 5º ano), Colégio Gunnar Vingren (Valparaíso – educação infantil ao 5º ano), Professor Nilton São Thiago (Nogueira – 1º ao 5º ano), São Francisco de Assis (Moinho Preto – educação infantil ao 3º ano), São João Batista (Duarte da Silveira – educação infantil ao 5 º ano), Dom Pedro de Alcântara (BR-040 – educação infantil ao 5º ano). Além dessas, duas escolas oferecem atendimento integral a partir de projetos distintos: Escola Santo Antônio do Vale do Cuiabá / Padre Quinha e o Centro Educacional Comunidade São Jorge.

Os pais que quiserem informações sobre o funcionamento das escolas que funcionam integralmente podem procurar o Departamento de Inspeção Escolar da Secretaria de Educação pelo telefone 2246-8675.



Edição anterior (1919):
terça-feira, 11 de fevereiro de 2020
Ed. 1919:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1919): terça-feira, 11 de fevereiro de 2020

Ed.1919:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior