Edição anterior (892):
quinta-feira, 20 de abril de 2017
Ed. 892:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (892): quinta-feira, 20 de abril de 2017

Ed.892:

Compartilhe:

Voltar:


  Geral

Empresa que fazia manutenção da iluminação pública rompe contrato

Empresa alega que município rompeu o contrato e parou serviço de manutenção da iluminação pública

Eric Andriolo

A empresa Inovaluz, que havia sido contratada pela prefeitura para realizar a manutenção dos postes de iluminação pública, anunciou que não vai mais prestar o serviço na cidade por rompimento de contrato. A prefeitura diz que está preparando uma licitação para contratar outra empresa, mas não há previsão de quando o serviço será normalizado.

A iluminação pública está agora sob responsabilidade da nova Secretaria de Serviços, Segurança e Ordem Pública.

Mesmo assim, o problema já está deixando algumas regiões da cidade às escuras e prejudicando a segurança dos moradores. Um deles é o designer gráfico Luís Laureano, morador do Duarte da Silveira, que está há um mês tentando contato com o serviço de iluminação pública para troca de uma lâmpada que queimou na servidão do Morro dos Marujentos, no final da Rua João Xavier.

À noite, ele precisa usar uma lanterna para voltar para casa. Ele entrou em contato com os telefones apresentados no site da prefeitura, mas só foi atendido uma vez. A pessoa do outro lado informou um número de protocolo e prometeu manutenção dentro de cinco dias. Isso ocorreu três semanas atrás, mas Luís continua usando a lanterna para chegar em casa.

- E cobram R$ 15 todo mês de iluminação pública. É revoltante –, reclama ele.

Prefeitura e empresa discordam sobre os serviços prestados. A empresa teria afirmado que não houve pagamentos nos últimos dois meses, o que configuraria rompimento de contrato. Já a prefeitura discorda das últimas faturas apresentadas pela empresa, e diz que constam como executados serviços que não foram realizados.

A administração municipal afirma que a divergência está sendo avaliada juridicamente e Inovaluz já foi requisitada diversas vezes para discutir e resolver a questão, mas não teria comparecido nas reuniões marcadas.

O município também diz que o pedido de rescisão do contrato partiu da empresa, que apresentou a solicitação no dia 10 de março. Procurada, a Inovaluz não se posicionou sobre o caso.

A Secretaria de Serviços, Segurança e Ordem Pública disse ao Diário que está preparando uma licitação para contratar outra empresa que fará manutenção e extensão da rede de iluminação pública no município, e que todas as demandas já apresentadas pela população serão realizadas pela nova contratada. Ainda não existe previsão para quando essa licitação será terminada.

As solicitações de novos pontos de iluminação devem ser feitas pelo telefone: 2233-8162 ou pelo endereço eletrônico:instalaluz@gmail.com. Jáa manutenção pode ser pedida através de 2233-8165 ou ligluzpetropolis@gmail.com. Os serviços também podem ser solicitados no site da prefeitura: www.petropolis.rj.gov.br.

 

 

 

 

 

 

 



Edição anterior (892):
quinta-feira, 20 de abril de 2017
Ed. 892:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (892): quinta-feira, 20 de abril de 2017

Ed.892:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior