Edição anterior (1671):
sábado, 08 de junho de 2019
Ed. 1671:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1671): sábado, 08 de junho de 2019

Ed.1671:

Compartilhe:

Voltar:


  Geral
 

Empresários garantem segurança e limpeza da 13 de Maio e fechamento de bares será modificado

A partir de semana que vem, estabelecimentos comerciais poderão fechar as portas meia-noite e meia e medida valerá para todo o Centro

Nove empresários da Rua 13 de Maio garantiram nesta sexta-feira (07) que farão a segurança e irão promover a limpeza do local em razão do movimento de clientes. As ações serão feitas em acordo com a prefeitura e conhecimento do judiciário. Com a contrapartida dada pelos proprietários de bares, o horário de fechamento dos estabelecimentos comerciais será alterado a partir da próxima semana: os bares terão que fechar à meia-noite e meia e a medida valerá para todo Centro. O acordo foi firmado em reunião do grupo de empresários e o prefeito Bernardo Rossi, com participação do titular da Vara da Infância e Juventude, Alexandre Teixeira.

De acordo com os empresários, eles vão dividir os custos para manter seis seguranças trabalhando em toda Rua 13 de Maio às sextas (quando ocorre o maior movimento de pessoas no local) e quatro seguranças aos sábados. Além disso, eles também contrataram um funcionário que fará a remoção de lixo em toda rua após o fechamento dos estabelecimentos.

Com isso, o horário de funcionamento dos bares será estendido pela prefeitura a partir do dia 14 de junho.  Eles poderão fechar as portas meia hora mais tarde, à meia noite e meia e continuar com clientes até 1h30, com três exigências: o consumo só poderá ser feito dentro do estabelecimento, só poderá ser disponibilizado copo de vidro (não poderá ser usado copo descartável) e não poderá ser vendido bebida na saída dos clientes dos estabelecimentos.

“Nós estamos tentando conciliar o pedido de vocês com o desejo dos moradores. Não queremos prejudicar ninguém. Quando decidimos pelo fechamento dos bares à meia-noite, era preciso uma medida enérgica diante dos episódios de violência em pouco tempo na 13 de Maio. Agora, estamos dando esse voto de confiança e vamos avaliar se essa nova medida vai funcionar”, disse o prefeito Bernardo Rossi.

“Alguns bares já tinham segurança, mas agora conseguimos unir todos os proprietários e aumentar a quantidade para cobrir a rua toda. Poder estender esse horário para a gente vai melhorar bastante. Nós também concordamos de que não queremos badernas e por isso estamos fazendo isso”, afirmou um dos empresários que participou da reunião, Antônio Pellegrini.

Outra medida tomada que será adotada pelos bares é aumentar a rigidez sobre a venda de bebidas para impedir de forma mais eficaz o consumo por menores de 18 anos. Eles ainda terão controlar a emissão de ruídos, respeitando o que estabelece o Código de Posturas e sem perturbar o sossego dos moradores.

Dessa forma, a medida será estendida também para todo Centro, para atender o pedido dos empresários de isonomia. A alteração passa a valer na próxima semana para que haja tempo de mobilização de todas as forças de segurança e fiscalizadoras.

O juiz Alexandre Teixeira classificou o acordo como razoável para todos os lados.

“Nós não podemos lavar as mãos, o risco da atividade de vocês é compartilhado por nós, ou seja, vocês também precisam dar uma contribuição. Acho que o horário de 1h30 está bastante razoável, se o cliente está consumindo dentro do estabelecimento e se for fechado para que ele não saia com bebida pela calçada”, falou Alexandre Teixeira.

Ainda participaram da reunião o vice-prefeito Baninh; o procurador geral do município, Sebastião Médici;a secretária de Serviços, Segurança e Ordem Pública, Karina Bronzo; o coordenador de Segurança, Maurício Borges; o comandante da Guarda Civil, Jeferson Calomeni, e o diretor-presidente da CPTrans, Jairo Cunha.



Edição anterior (1671):
sábado, 08 de junho de 2019
Ed. 1671:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1671): sábado, 08 de junho de 2019

Ed.1671:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior