Edição anterior (1710):
quarta-feira, 17 de julho de 2019
Ed. 1710:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1710): quarta-feira, 17 de julho de 2019

Ed.1710:

Compartilhe:

Voltar:


  Diário Comunidades

Entulho toma conta da calçada e coloca em risco moradores da Rua João Macedo

Segundo moradores, o material foi deixado após o serviço de capina, realizado há dois meses

Antônio Reuther

 

O serviço de capina realizado na Rua João Macedo, na Comunidade do Gulf, apesar de ter colaborado com a região, tem prejudicado os pedestres e causado risco à segurança dos mesmos. Uma moradora da via informou que a Comdep, ao realizar a capina, deixou entulhos na calçada que já incomodam os residentes há cerca de dois meses.

-Logo após a primeira curva da via, ao lado de uma lixeira, é possível ver a sujeira. A capina foi feita há mais ou menos dois meses, porém, o material ainda não foi retirado. Alguns dias depois eu liguei para a prefeitura para ver se alguém tomava alguma providência. Até o momento, nada – disse Luciana Brand, presidente da Associação de Moradores do Gulf.

Luciana ainda disse que o não recolhimento do material, além de estar prejudicando a passagem dos pedestres, causa riscos tanto para os motoristas, quanto para os moradores. Além de consumir parte boa parte da calçada, o entulho fica na saída de uma curva, aumentando mais ainda a chance de ocorrerem acidentes.

Ainda de acordo com Luciana, a sujeira vem aumentando com o passar do tempo, visto que alguns dos moradores colocam ainda mais lixo por cima do que já existe.

-O principal problema da rua agora é que com esse material jogado ali, não há nenhuma calçada para os pedestres. O pior é que alguns moradores vêem a sujeira e acabam colocando ainda mais lixo por cima. Isso está forçando o pedestre a caminhar no meio da rua e já é muito perigoso. O perigo fica ainda maior quando você observa que o problema fica na saída de uma curva. Os motoristas têm de subir a via com o maior cuidado, para não atropelar alguém – disse a presidente.

A Prefeitura informou que a Comdep fez o serviço de capina no último sábado (13.07), mas retirou todo lixo verde gerado.

O lixo verde deixado no local citado é fruto de descarte irregular de entulho. O despejo de restos de obras, mato, móveis e eletrodomésticos sobre ruas e calçadas é proibido pelo Código de Posturas do município. A destinação correta é levar o material para o aterro de Pedro do Rio. Quem for flagrado cometendo a irregularidade é intimado a fazer a remoção imediata e recebe multa de R$ 800.

A população pode ajudar a coibir o descarte irregular de entulho denunciando os casos para a Fiscalização de Posturas pelo telefone 2246-9042 e para a Comdep pelo 2292-9500. A Fiscalização de Posturas irá ao local para identificar os responsáveis pela irregularidade.

A Comdep oferece o serviço de recolhimento gratuito de até 20 sacos de entulho por meio do serviço Disque Entulho – os agendamentos podem ser feitos pelo telefone 2243-7822.

A Comdep incluiu a Rua João Macedo na programação das equipes operacionais para receber o serviço de remoção de entulho.

 



Edição anterior (1710):
quarta-feira, 17 de julho de 2019
Ed. 1710:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1710): quarta-feira, 17 de julho de 2019

Ed.1710:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior