Edição anterior (2087):
terça-feira, 28 de julho de 2020
Ed. 2087:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2087): terça-feira, 28 de julho de 2020

Ed.2087:

Compartilhe:

Voltar:


  Geral

Escola Sesc de Ensino Médio lança programa gratuito de acompanhamento educacional com foco prioritário para estudantes da rede pública


Mais de 800 alunos selecionados terão apoio nas disciplinas curriculares por meio de videoaulas e outras estratégias de aprendizagem a distância por três anos
 


No momento em que estudantes de todo país enfrentam um cenário de insegurança sobre o impacto da pandemia do novo coronavírus na sua formação, a Escola Sesc de Ensino Médio vai aproveitar a expertise adquirida nesse período de aulas remotas para lançar o Programa de Tutoria Educacional a Distância (PTED). A iniciativa vai atender mais de 800 alunos de todos os estados, priorizando estudantes da rede pública e de menor renda familiar, que passarão a ter acesso a um suporte humanizado e personalizado de ensino da Instituição.

Com o PTED, a excelência educacional da Escola Sesc vai romper a fronteira do campus, no Rio de Janeiro, para aprimorar o ensino de jovens regularmente matriculados em diferentes colégios em todos o país.

"Uma das nossas missões é o compromisso social com o futuro dos jovens do país. E a pandemia nos ajudou a perceber que é possível levar para além dos nossos muros esse compromisso. Esse é um programa que busca aprendizagem mediada pela tecnologia, mas a partir de uma educação humanizada e personalizada, para que esses jovens atendidos tenham educadores apaixonados por ensinar à disposição deles, trabalhando juntos para realizar seus sonhos", explica o diretor da Escola Sesc, Luiz Fernando Barros.

Durante os três anos do Ensino Médio, os participantes do PTED terão apoio nas disciplinas curriculares, por meio de videoaulas e outras estratégias de aprendizagem disponibilizadas em uma plataforma digital completa e com acompanhamento direto de educadores experientes. Todos os serviços serão integralmente gratuitos.


Além do suporte acadêmico, os jovens terão à sua disposição o acompanhamento tutorial com profissionais especializados, acesso a atividades culturais, apoio específico voltado ao ENEM, palestras motivacionais, educacionais e de orientação de carreira.

Barros assinala que esse será um diferencial importante da plataforma da Escola Sesc em comparação com outros modelos de ensino a distância.

"Muitas experiências em EaD, ainda que bem sucedidas, encontram dificuldade em adesão aos processos de aprendizagem porque têm conteúdo uniformizado, o que não atende a diversidade dos jovens e das suas aspirações. O PTED não vai incorrer nesses erros, porque vamos humanizar essas relações entre os estudantes e os professores", argumenta Barros.

A plataforma de ensino a distância da Escola Sesc também está adaptada para permitir o acesso fácil por meio de smartphones e os métodos de aprendizagem já consideram a dificuldade de acesso à internet que a maioria dos estudantes da rede pública tem relatado nesse período que estão sem as aulas presenciais.

Mesmo assim, Barros afirma que mais parcerias e alternativas serão elaboradas para que a tecnologia seja uma aliada e não uma barreira para o funcionamento do PTED.

"A Escola Sesc de Ensino Médio existe há mais de uma década e ela cultivou ao longo da sua história reconhecimento nacional e internacional. É chegada a hora de expandir essa qualidade de ensino para além dos jovens que atendemos presencialmente. Esse é um compromisso inadiável com as juventudes brasileiras", conclui o diretor.

As inscrições para o PTED começam no dia 18 de agosto e serão feitas digitalmente, no site da Escola Sesc do Ensino Médio.

Mais sobre a Escola Sesc de Ensino Médio
 
A Escola Sesc de Ensino Médio oferece uma educação de excelência, gratuita e efetivamente integral para uma comunidade de estudantes de todo país. Inaugurada em 2008, atende aproximadamente 500 jovens, possibilitando a oportunidade de convívio com a diversidade cultural brasileira através de espaços de experimentação, pesquisa e produção do conhecimento, além de promoção do desenvolvimento humano.

Instalada em um campus de 131 mil metros quadrados em Jacarepaguá, no Rio de Janeiro, a Instituição conta com uma privilegiada estrutura de ensino, com Espaço Cultural, laboratórios, biblioteca, ateliês de arte, complexo esportivo, restaurante, além das vilas residenciais.

A instituição recebe estudantes por meio de dois modelos: regime residencial, que atende alunos oriundos de todos os estados brasileiros e o regime externo, que recebe adolescentes do Estado do Rio de Janeiro. Os estudantes de ambos regimes formam, juntamente com a equipe de educadores, uma comunidade de aprendizagem cujo objetivo principal é a efetiva transformação de vida desses jovens.

As ações realizadas pela Escola, em sua totalidade, possibilitam uma formação integral desses estudantes, que convivem com diferentes experiências acadêmicas, sociais e culturais. Além disso, estimulam o desenvolvimento da autonomia, da inteligência emocional, do protagonismo juvenil e da responsabilidade social. Assim, todos os envolvidos nesse processo se tornam agentes multiplicadores das aprendizagens pelo desenvolvimento da sociedade como um todo.



Edição anterior (2087):
terça-feira, 28 de julho de 2020
Ed. 2087:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2087): terça-feira, 28 de julho de 2020

Ed.2087:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior