Edição anterior (1731):
quarta-feira, 07 de agosto de 2019
Ed. 1731:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1731): quarta-feira, 07 de agosto de 2019

Ed.1731:

Compartilhe:

Voltar:


  Geral

Especialistas discutem política urbana e a questão ambiental na Região Serrana do Rio

Promovido pelo Conselho e Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro, evento ocorrerá nos dias 15 e 16 de agosto e é aberto ao público

A edição Região Serrana do VIII Encontro com a Sociedade do Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Rio de Janeiro (CAU/RJ) vai discutir os temas política urbana, a questão ambiental e o ensino da Arquitetura e Urbanismo. O evento, gratuito e aberto ao público, ocorrerá nos dias 15 e 16 de agosto, nas casas dos Conselhos e da Educação, respectivamente, em Petrópolis.  A inscrição deve ser feita através do formulário: https://bit.ly/2KhY6Jj

A falta de política de habitação e ordenamento do solo na Região Serrana foi um dos fatores responsáveis pela tragédia de 2011, considerada até hoje como o maior desastre natural da história do país, com milhares de vítimas. Passados 8 anos, o cenário continua praticamente o mesmo. Só em Petrópolis, de acordo com o jornal Tribuna de Petrópolis, são mais de 230 áreas habitadas consideradas de risco e alto risco. No Plano Municipal de Redução de Riscos, de 2016, eram pelo menos 27 mil famílias vivendo em áreas de risco. Hoje, a prefeitura estima que o número chegue a 47 mil pessoas.

Para o coordenador da Comissão Especial de Política Urbana (CPU) do CAU/RJ, Lucas Faulhaber, é papel dos municípios promover o adequado ordenamento territorial, mediante planejamento e controle do uso e ocupação do solo, sempre tendo como pressuposto a garantia ao direito constitucional à moradia digna. “A administração pública não pode abrir mão do seu papel de planejar o desenvolvimento da cidade. Tal atribuição deve estar sempre em consonância com outras esferas de participação social”, disse. Ainda segundo o arquiteto e urbanista, o Encontro com a Sociedade em Petrópolis destaca-se por reunir diversos atores da sociedade e de representantes da administração pública para debater os desafios da região.

Conflitos ambientais e política urbana na Região Serrana

As cidades da Região Serrana do Rio de Janeiro possuem grandes áreas de vulnerabilidade ambiental. Além da retirada da cobertura vegetal das encostas, o solo possui composição frágil. O tema será discutido na conferência de abertura do encontro pela geógrafa e doutora em geomorfologia/geoecologia pela Universidade Católica de Leuven, da Bélgica, Ana Luiza Netto. As prefeituras de Petrópolis, Teresópolis e de Nova Friburgo foram também convidadas para apresentar os planos e os projetos urbanos.

Os arquitetos e urbanistas Henrique Barandier e Gabriel Schvarsberg, coordenador do curso de Arquitetura e Urbanismo da Uerj, participarão da mesa-redonda “Ordenamento, função social e ocupação do solo”. A atividade contará também com a participação de Cláudia Ramos, representante do movimento Popular Permanente por Moradia de Petrópolis. A advogada popular Cecília de Melo e a representante do Centro de Defesa dos Direitos Humanos de Petrópolis (CDDH) Carla de Carvalho encerram o encontro com o debate “Desastres ambientais e a questão da moradia”.

Workshop sobre assistência técnica e Escritórios Modelo de Arquitetura e Urbanismo

Os participantes da edição Região Serrana do VIII Encontro com a Sociedade do CAU/RJ poderão conhecer a experiência do trabalho prático do Escritório Modelo Rizoma. Projeto de extensão do curso de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Estácio de Sá de Petrópolis, a iniciativa tem como objetivo, além de proporcionar uma vivência prática da profissão, aproximar os estudantes da realidade social da comunidade onde estão inseridos. O Rizoma se destaca pelos trabalhos em assistência técnica para habitação de interesse social (Athis) e realizou também estudo para a requalificação do Trono de Fátima, em parceria com a AMA Centro Histórico, e o projeto de reforma interna do próprio campus da Estácio Petrópolis. A atividade vai acontecer na sexta-feira, 16 de agosto, das 9h às 12h.

 



Edição anterior (1731):
quarta-feira, 07 de agosto de 2019
Ed. 1731:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1731): quarta-feira, 07 de agosto de 2019

Ed.1731:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior