Edição anterior (1620):
quinta-feira, 18 de abril de 2019
Ed. 1620:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1620): quinta-feira, 18 de abril de 2019

Ed.1620:

Compartilhe:

Voltar:


  Diário Comunidades

Espetáculo com crianças e idosos na encenação da Paixão de Cristo em Nogueira

Apresentação é realizada pelo terceiro ano consecutivo e chega a reunir público de 800 pessoas

 

A história já tem quase dois milênios, mas ainda emociona multidões. Pelo terceiro ano consecutivo, os moradores de Petrópolis podem assistir à Paixão de Cristo numa apresentação gratuita e aberta à população. Será na sexta-feira (19), às 19h30, na Praça de Nogueira. 

O espetáculo dura aproximadamente uma hora e conta com dez cenas. Tudo é feito por um grupo de 50 voluntários, incluindo elenco e equipe de produção, que, a partir de doações, confecciona cenários e figurinos, aluga equipamentos de som e de iluminação. A estrutura começa a ser montada a partir das 9h da sexta. 

Uma das voluntárias é a artesã Mirian Fernandes, de 63 anos. Além de atuar, ela trabalhou nos últimos dias na confecção de cinco capacetes para compor o figurino dos soldados romanos. Mirian buscou inspirações de modelos na internet e utilizou a técnica de cartonagem, com a qual trabalha, para fazer o acessório. “É uma alegria poder aproveitar a minha arte para ajudar a fazer esta encenação acontecer”, comenta. 

O elenco envolve de crianças a idosos. Manoel de Medeiros, de 81 anos, e sua esposa, Maria Helena, de 77, atuam pela primeira vez no espetáculo e estão no grupo de pessoas que acompanha Cristo na maior parte das cenas. “Por causa dos problemas de saúde, a gente não pode fazer muito, mas isso a gente consegue fazer e tem sido muito bom”, destaca Maria Helena.  

O papel de Jesus é interpretado pelo auxiliar de departamento pessoal Uenderson Gonçalves, que nas horas vagas, divide o tempo entre os ensaios da peça e a atividade de motorista de aplicativo. Uenderson é um dos idealizadores e garante que abrir mão de algumas horas para se envolver no projeto vale a pena. “O que me move é a missão de divulgar o amor de Deus, não podemos guardar o que Jesus fez só para nós, precisamos espalhar para que outros saibam”, afirma. 

Morador de Nogueira há 60 anos, o aposentado José Geraldo assistiu ao espetáculo nos anos anteriores e destaca que tem se tornado uma tradição na região. “Um evento assim é atrativo por ser algo diferente. Percebo que é também uma maneira de envolver a juventude nas produções culturais”, declara. 

No fim do evento, o público vai receber gratuitamente um livro de temática cristã. A encenação da Paixão de Cristo é organizada pelos moradores de Nogueira que frequentam a Igreja Adventista do Sétimo Dia do bairro, onde são realizados os ensaios.  

 



Edição anterior (1620):
quinta-feira, 18 de abril de 2019
Ed. 1620:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1620): quinta-feira, 18 de abril de 2019

Ed.1620:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior