Edição anterior (1794):
quarta-feira, 09 de outubro de 2019
Ed. 1794:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1794): quarta-feira, 09 de outubro de 2019

Ed.1794:

Compartilhe:

Voltar:


  Diário Comunidades

Falta de infraestrutura afeta moradores do São Sebastião

 

Felipe Queiroz, especial para o Diário

 

Moradores da Servidão Alfredo Alexandre Wendling, na Rua Álvaro Machado, no bairro São Sebastião, estão reclamando sobre a falta de capina na vila. Os residentes afirmaram que a rua principal houve a limpeza corretamente e que deixaram a servidão sem o cuidado esperado. Uma das denunciantes é Taciana de Oliveira que assegurou que o caminho segue em estado de descuido.

 - Os matos estão tomando o paralelo da rua e até agora não há esperança de solução. Não existe motivo para ter sido feito a higiene da Álvaro Machado e terem esquecido a nossa vila – garantiu.

 Além dessa situação, a moradora afirmou estar sem iluminação pública no final da servidão e que ela e outros moradores já fizeram a solicitação para a Prefeitura e para a Enel, porém, não receberam a colocação de energia na área.

 - A explicação é que o postes da vila são particulares. Informaram-nos que poderia ser colocado um poste, mas seria no meio do caminho onde o meu veículo passa, inviabilizando a situação. Existem três postes privados no trecho e os proprietários permitiram a instalação de luz neles, mas mesmo assim não foi prontificada uma solução – contou.

 Taciana relatou que efetua o pagamento mensal da luminosidade, mesmo sem obter, o que aumenta a indignação dela e dos moradores.

 - Eu pago R$ 20,00 por mês, há mais de um ano, por iluminação pública e até agora sigo sem luz na parte final da rua, e o pior, de noite é uma escuridão danada – disse.

 Questionada, a Prefeitura declarou que a Comdep vai promover capina no bairro São Sebastião e atenderá o local citado até o fim da próxima semana. A respeito da iluminação, o Departamento de Iluminação Pública está fazendo um levantamento sobre as ruas que vão receber extensão com LED e farão o levantamento nas ruas do bairro para definir a programação do serviço.

 A Enel Distribuição Rio informa que todos os pontos de iluminação pública são de responsabilidade da Prefeitura Municipal de Petrópolis, que também define onde são instaladas as luminárias na cidade. A distribuidora é responsável apenas pelo recolhimento da taxa por meio da conta de luz, repassando em seguida o valor arrecadado ao governo municipal. Em casos de cobrança em localidades onde não há o serviço, o cliente deve solicitar à Prefeitura a retirada da cobrança.

 A Enel esclarece ainda que não há solicitação de extensão da rede elétrica para instalação de iluminação pública no local mencionado. A realização deste pedido é atribuição da Prefeitura.



Edição anterior (1794):
quarta-feira, 09 de outubro de 2019
Ed. 1794:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1794): quarta-feira, 09 de outubro de 2019

Ed.1794:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior