Edição anterior (1562):
terça-feira, 19 de fevereiro de 2019
Ed. 1562:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1562): terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Ed.1562:

Compartilhe:

Voltar:


  Saúde

Falta medicamentos no posto de saúde do Independência

Natália Rodrigues

 Na última sexta-feira (15), após receber denúncias de moradores, a vereadora Gilda Beatriz (MDB) fez uma visita à Unidade Básica de Saúde (UBS) do bairro Independência. De acordo com Gilda, foram confirmadas informações de problemas relacionados aos medicamentos. Dentre eles, estão frascos vencidos, ausência de medicação básica e a verificação de um lote que chegou há poucos dias, com data prevista de vencimento para o final deste mês.

- Os medicamentos chegam ao término da validade, são remédios que serão descartados antes de chegarem aos pacientes – relatou.

Dentre os remédios que estão em falta no local, está o vermífugo Metronidazol, que não tem nem aplicador. Além disto, estão em falta os medicamentos Losartana e Anlodipino, que são utilizados para o controle da pressão alta. E, ainda, cerca de 50 frascos de Amoxicilinas tiveram que ser descartadas por estarem fora da validade.

Durante a fiscalização da parlamentar também foram confirmados problemas com as condições de trabalho do prédio, com a falta de material adequado.

- A unidade está há quatro meses sem telefone e pelo menos cerca de seis meses sem receber papel ofício. Os prontuários na unidade estão sendo feitos em rascunhos – afirmou.

Segundo a parlamentar, as denúncias relacionadas à unidade de saúde são constantes, como a falta de médicos. Nesta segunda visita, foi constatada a presença de um profissional, clínico geral, que agora atende, regularmente, na unidade.

O ex-presidente da Associação dos Moradores do bairro Independência, Carlos Alberto Peres, popularmente conhecido como “Beto do Frango”, afirmou que sua esposa faz uso de medicamentos dentre eles para hipertensão, mas há cerca de dois meses ela não recebe a medicação no posto.

- A verdade é que o telefone não funciona se não me engano já tem uns quatro meses, sempre falta papel e médicos também. Minha esposa pegava todo mês medicamentos, mas nunca tem o que ela toma, sempre faltam dois tipos como o enalapril que é para pressão alta – disse.

Outro lado

Procurada pelo Diário, a Prefeitura informou que todos os medicamentos disponíveis na unidade estão dentro do prazo de validade. A Secretaria de Saúde possui farmacêuticos para o controle das medicações disponibilizadas aos pacientes. O que garante que a unidade de saúde do bairro Independência, assim como todas as demais, não possua medicamentos vencidos. No casso específico da unidade de saúde do bairro Independência, o estoque contém medicações com prazo de vencimento entre 2020 e 2021.

A Secretaria de Saúde destacou, ainda, que os medicamentos com vencimento para o mês de fevereiro, na última semana, foram remanejados para outras unidades de emergência, de modo a garantir que a medicação não seja desperdiçada, sendo utilizada dentro do prazo. Como procedimento padrão, ao constatar a proximidade do vencimento, os profissionais das unidades de saúde providenciam o remanejamento dos medicamentos para unidades de urgência, como foi feito na unidade de saúde do bairro Independência. A Secretaria explica ainda que conta com profissional farmacêutico no quadro do Núcleo de Assistência Farmacêutica (NASF), que faz toda a movimentação de medicamentos. Esse profissional é responsável pelos pedidos mensais e controle de estoques, com visitas periódicas à cada unidade, revisando toda a parte de estoque e dispensação dos medicamentos nas unidades. Sobre a falta de medicamentos, a compra está sendo providenciada por meio de processo licitatório, que está em andamento. Quanto ao sistema telefônico, a Secretaria de Saúde, já solicitou a empresa de telefonia que providencie o reparo na linha.



Edição anterior (1562):
terça-feira, 19 de fevereiro de 2019
Ed. 1562:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1562): terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Ed.1562:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior