Edição anterior (2133):
sábado, 12 de setembro de 2020
Ed. 2133:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2133): sábado, 12 de setembro de 2020

Ed.2133:

Compartilhe:

Voltar:


  FGTS

FGTS: 1 milhão de brasileiros recusam o saque de R$1.045

De acordo com a instituição financeira, o total de recursos não sacados chegou a 900 milhões de reais

Direitos do Trabalhador Ester Farias 

 

A Caixa Econômica Federal já recebeu um milhão de pedidos de trabalhadores que optaram por cancelar  o crédito de saque emergencial do FGTS (Fundo de Garantia por Tempo de Serviço), no valor de até R$ 1.045.

De acordo com a instituição financeira, o total de recursos não sacados chegou a 900 milhões de reais.

Com o objetivo de estimular a economia durante a pandemia do coronavírus, o governo lançou uma campanha de saque emergêncial do FGTS. De acordo com o regulamento, todo trabalhador que possui conta inativa ou ativa receberá o benefício, de no máximo 1.045 reais.

De acordo com a Caixa, os trabalhadores que solicitaram a devolução do recurso  à conta vinculada não sofreram prejuízo, o dinheiro será devolvido ao saldo do FGTS após a correção.

Como solicitar o cancelamento do saque

Aqueles que não querem sacar o valor de R$ 1.045 do FGTS emergencial precisam avisar à Caixa Econômica Federal até 10 dias antes do início do calendário de crédito na conta poupança social digital para que o valor não seja debitado.

Lembrando que o calendário de pagamento é de acordo com o mês de nascimento do trabalhador.

O cancelamento do saque pode ser solicitado através do site a aplicativo.

Para cancelar o recebimento, após consultar o saldo disponível, é preciso clicar em “Não quero receber”.

De acordo com a Caixa, se o crédito tiver sido feito na poupança social digital do trabalhador e essa conta não seja movimentada até 30 de novembro, os recursos serão retornados à conta do FGTS.

Poupança digital

Inicialmente, a movimentação do valor do saque somente poderá ser feita por meio do aplicativo Caixa Tem. No entanto, a partir da data de disponibilização dos valores para saque ou transferência, os trabalhadores poderão transferir os recursos para contas em qualquer banco, sem custos, ou fazer o saque em espécie nos terminais de autoatendimento da Caixa e casas lotéricas.

“Após o crédito dos valores na conta poupança social digital, já será possível pagar boletos e contas ou utilizar o cartão de débito virtual e QR code para fazer compras em supermercados, padarias, farmácias e outros estabelecimentos, tudo por meio do aplicativo”, explica a Caixa.

Calendário de saques do FGTS de até R$1.045

Mês de nascimento

Crédito em conta

Saque ou transferência

Janeiro

29 de junho

25 de julho

Fevereiro

6 de julho

8 de agosto

Março

13 de julho

22 de agosto

Abril

20 de julho

5 de setembro

Maio

27 de julho

19 de setembro

Junho

3 de agosto

3 de outubro

Julho

10 de agosto

17 de outubro

Agosto

24 de agosto

17 de outubro

Setembro

31 de agosto

31 de outubro

Outubro

8 de setembro

31 de outubro

Novembro

14 de setembro

14 de novembro

Dezembro

21 de setembro

14 de novembro

 



Edição anterior (2133):
sábado, 12 de setembro de 2020
Ed. 2133:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2133): sábado, 12 de setembro de 2020

Ed.2133:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior