Edição anterior (1962):
quarta-feira, 25 de março de 2020
Ed. 1962:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1962): quarta-feira, 25 de março de 2020

Ed.1962:

Compartilhe:

Voltar:


  Geral

 
 

Fiscalização sanitária: 28 veículos barrados nas principais entradas da cidade

Prefeitura vai fiscalizar rotas alternativas para entrada na cidade

Jaqueline Ribeiro - especial para o Diário de Petrópolis

 No dia em que o Supremo Tribunal Federal liberou governadores e prefeitos a restringirem a locomoção em estados e municípios por conta da pandemia de coronavírus, equipes de fiscalização sanitária, com apoio de autoridades de segurança, impediram a entrada de 28 veículos chegavam à  cidade transportando pessoas com sintomas comuns aos casos de coronavírus. Todos precisaram voltar aos seus municípios de origem. Petrópolis contabilizou até a noite de terça-feira (24.03) três casos confirmados de covid-19, entre os quais uma morte. A Secretaria de Saúde aguarda o resultado de outros 48 casos suspeitos ainda em análise - 13 à mais que no dia anterior, quando o município aguardava o resultado de 35 exames.  A decisão do STF é  assinada pelo ministro Marco Aurélio Mello. 

- É uma decisão importante pois permite que gestores baixem medidas de validade temporária sobre isolamento, quarentena e restrição de locomoção por rodovias durante pandemia da Covid-19, o que é fundamental  neste momento - , explica o procurador Geral do Município, Sebastião Médici. A barreira sanitária foi implementada pela prefeitura por meio de um decreto editado pelo prefeito Bernardo Rossi, dentro das ações para coibir a velocidade de propagação de coronavírus na cidade.

O trabalho das equipes de controle sanitário, que ontem e foi concentrado nas principais entradas da cidade (Quitandinha, Bingen, Alto da Serra e trevo de Bonsucesso, em Itaipava), será ampliado, com medidas de fiscalização sendo adotadas também em rotas alternativas de acesso à cidade, como as saídas para os bairros Mosela e Bingen, assim como aquelas que dão acesso aos distritos de Itaipava, Pedro do Rio e Posse, pela BR-040. 

“Não podemos permitir que nossa cidade fique exposta à essa pandemia. Sabemos que o cerco é uma medida extrema, mas precisamos proteger os petropolitanos. Continuamos pedindo para que todos permaneçam em suas casas e saiam apenas em casos de extrema necessidade”, disse.

No primeiro dia de operação, cerca de 50 agentes da CPTrans, Polícia Militar, Guarda Municipal e Vigilância Sanitária atuaram na abordagem a veículos de municípios como Magé, Duque de Caxias, Juiz de Fora e Rio de Janeiro. Em todos os casos, ocupantes dos veículos foram questionados sobre os motivos da viagem e passaram por avaliação médica, tendo a temperatura medida por agentes da Vigilância Sanitária.  As equipes de saúde identificaram sete pessoas com febre. Não sendo moradores da cidade, todos tiveram de retornar aos seus municípios de origem.

 Até o momento, Petrópolis teve 63 casos suspeitos notificados, sendo 12 descartados, três positivos e 48 suspeitos aguardando resultado, além de um óbito. A prefeitura informou ontem que o teste da idosa de 83 anos, moradora de Magé, que estava internada e faleceu no Hospital da Unimed, apresentou resultado negativo para a presença de coronavírus.

 

 

 



Edição anterior (1962):
quarta-feira, 25 de março de 2020
Ed. 1962:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1962): quarta-feira, 25 de março de 2020

Ed.1962:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior