Edição anterior (1793):
terça-feira, 08 de outubro de 2019
Ed. 1793:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1793): terça-feira, 08 de outubro de 2019

Ed.1793:

Compartilhe:

Voltar:


  Eleições

Foram eleitos no último domingo os novos conselheiros tutelares

 Número de votos foi 42,7% menor do que na última eleição; detalhes foram apresentados em coletiva na Prefeitura

João Vitor Brum, especial para o Diário

Os novos conselheiros tutelares, que atuarão em Petrópolis entre 2020 e 2023, foram escolhidos pela população no último domingo (6), em eleição que contou com cerca de 8.395 votos. No total, são dez conselheiros, metade para a região do Centro e o restante para os distritos, que serão empossados no dia 10 de janeiro do próximo ano. O número de votos registrados nesta eleição foi cerca de 42,7% menor do que na última, em 2015, quando 14.651 pessoas foram às urnas.

As principais informações sobre a votação, a posse dos conselheiros e a importância do trabalho para a sociedade foram destacadas pelo prefeito Bernardo Rossi, pelo titular da 2ª Promotoria da Justiça da Infância e Juventude da Comarca de Petrópolis, Vicente de Paula Mauro Júnior, pelo presidente do CMDCA e Chefe de Gabinete, Renan Campos e pelo vice-prefeito Baninho em coletiva de imprensa realizada na sede da administração municipal nesta segunda-feira (7).

- Foram mais de 400 pessoas envolvidas nesta eleição, trabalho que começou em fevereiro para garantir que tudo transcorresse da melhor forma possível. A função de conselheiro é muito importante para o cumprimento do Estatuto da Criança e do Adolescente, mantendo a integridade e dignidade de nossos jovens - frisou Bernardo Rossi durante a coletiva.

Esta eleição foi a primeira a contar com urnas eletrônicas na cidade, com 92 equipamentos no total, sendo 78 distribuídos entre os pontos de votação e o restante como reserva em caso de problema de funcionamento. Não houve nenhuma ocorrência registrada por boca de urna ou qualquer outro problema que poderia ser relativo à eleição.

Nesta segunda, o promotor Vicente de Paula Mauro Júnior destacou que a população deve entender e fiscalizar as funções dos conselheiros, para que assim, o trabalho se torne mais eficaz.

- É importante que todos saibam como o Conselho Tutelar funciona e qual o dever dos conselheiros, para que a população se envolva mais no trabalho, fiscalizando o que está sendo feito e cobrando providências - destacou o promotor.

Os conselheiros eleitos lidarão, nos próximos quatro anos, com casos de negligência, abuso sexual, violência física e psicológica e outras situações envolvendo crianças e adolescentes. Para que o trabalho aconteça da melhor forma possível para os menores envolvidos, os eleitos serão treinados antes da posse, como salientou o presidente do Conselho Municipal de Defesa dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA), Renan Campos.

- É preciso sensibilizá-los, dar noção do que é o acolhimento. O Conselho atua na ponta, e é essencial que o profissional esteja preparado para lidar com situações complicadas. Cabe à população, ao poder público e ao CMDCA a fiscalização deste trabalho - comentou Renan.

O Conselho não possui ligação direta à administração municipal, mas é atrelado a aparelhos de funcionamento público, como as Secretarias de Assistência Social e Educação, a Vara da Infância e da Juventude e ao Ministério Público.

42,7% menos pessoas votaram

Um número que chamou atenção nesta edição foi a queda no números de pessoas que votaram, que foi de 42,7% (ou 6.256) quando comparada com os votos de 2015. A implantação das urnas eletrônicas foi apontada durante a coletiva como um dos motivos pela diminuição, já que, diferente de antes, o eleitor pode votar apenas em sua seção específica, o que dificulta a operação, principalmente, nos distritos, onde os pontos de votação possuem uma distância maior entre si.

No Centro, foram 4.914 votos, o que representa 58% dos votos. Já nos distritos, 3.481 pessoas foram às urnas. O candidato mais votado foi Tiago Leite, que concorria ao Conselho do Centro, com 806 votos, seguido por Dalva de Jesus, dos distritos, que teve 694. Confira a lista completa de eleitos:

Centro: Tiago Leite, Antonio Cesar, Mérilen Dias, Marise Brand e Suany Pitorra.  

Distritos: Dalva de Jesus, Leandro DDD, Jorge Júnior, Nenel Emmanuel e Mestre Pequeno.



Edição anterior (1793):
terça-feira, 08 de outubro de 2019
Ed. 1793:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1793): terça-feira, 08 de outubro de 2019

Ed.1793:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior