Edição anterior (2014):
sábado, 16 de maio de 2020
Ed. 2014:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2014): sábado, 16 de maio de 2020

Ed.2014:

Compartilhe:

Voltar:


  Colunistas
Frederico Amaro Haack
COLUNISTA

 

Petrópolis e a sua história...

O grupo Petrópolis e a sua história foi criado em 14 de março de 2013,  com o objetivo de somente divulgar os fatos históricos do município de Petrópolis e nada mais. Hoje, depois de 7 anos de criação o grupo chegou a marca de 17. 297 membros, sendo a maior comunidade de Petrópolis do tipo no Facebook. Tentaram copiar, dizendo que o outro era “Oficial”, mas temos o privilégio de apresentar qualidade aos membros do grupo.

Segundo ao Facebook, a maior parte de integrantes são mulheres, cerca de 61%, da faixa etária dos 55 aos 64 anos de idade e também são as que mais contribuem com publicações. São mais de 44 mil publicações sobre a cidade de Petrópolis com relação a história, pontos turisticos, causos, artigos e crônicas.

Por ser um grupo com tamanha visibilidade, temos na liderança da comunidade 5 administradores: Frederico Haack, Eduardo Dunley, Helcio Mano, Claudio Castro e Helena Cristina Ferraz. Todos com autonomia de admitir, excluir e bloquear usuários e publicações que não se enquadrem com as regras do grupo Petrópolis e a sua história.

O grupo é uma fonte rica para historiadores, pesquisadores, estudantes e curiosos sobre a História de Petrópolis, encontramos desde de fotos antigas a artigos acadêmicos. Nos comentários de cada publicação podemos ver a contribuição e alegria dos membros ao relembrarem um comércio antigo, um personagem da história petropolitana, um parente que trabalhou em uma fábrica extinta do munícipio, algum evento que deixou saudade. Vemos a memória da cidade escrita em poucas palavras. Histórias não oficiais, de pessoas simples que talvez nunca imaginaram que seriam lembradas no futuro em uma rede social...

Segundo o levantamento do Facebook os principais colaboradores do grupo são: José Renato Lisboa Cordeiro, Catarina Maul, Maria Guasque, Luciana Cunha e Luiz Cantu. A vocêa o muito obrigado da administração do grupo Petrópolis e a sua história  pelas colaborações quase que diárias.

Os principais países dos membros: Brasil, Estados Unidos, Portugal, Espanha e Argentina. Temos membros de 49 países, entre eles Irâ, Benin, Catar, Japão, Indonésia. Romênia, Filipinas, Egito, Omã, Arábia Saudita, Venezuela, China, Equador, Vietnã, Sérvia, Hong Kong, Armênia, Turqia e outros. As cidades que mais contribuem como é de se esperar são brasileiras: Petrópolis, RJ:  Rio de Janeiro, RJ; São Paulo, SP; Niterói, RJ e Cabo Frio, RJ.

São mais de 5 mil comentários e 38.600 reações a todas as publicações. A publicação com mais reações foi em homenagem ao cronista petropolitano, Helio Banal, que nos deixou no último dia 19 de abril de 2020. No início do grupo, o saudoso Hélio, era um dos principais colaboradores publicando fotos antigas da cidade com comparações da mesma foto nos tempos de hoje e depois com as suas crônicas sobre o cotidiano da cidade Petrópolis. Dono de um incrível bom humor, muitas vezes o encontrei pela rua 16 de março, tomando um café na Casa do Alemão. Em uma dessas ocasião me presenteou com a sua coletânea de crônicas.

Gostaria de agradecer ao Museu Imperial, mas especificamente ao Projeto DAMI – Digitalização do Acervo do Museu Imperial, que disponibiliza fotografias e outros materiais na  internet, pelo grande trabalho de divulgação na rede e também permissão para divulgarmos no grupo o seu acervo, desde que sempre seja citada a fonte de referência. Esse é um ponto importante que gostamos de frisar, sempre pedimos que ao publicarem citem a fonte, por dois motivos: primeiro, é lei e segundo ajuda quem estiver realizando uma pesquisa, visto que o grupo Petrópolis e a sua historia, hoje é uma referência para muitas pessoas que pesquisam pela internet. Num momento que em encontramos muitas notícias falsas é necessário citarmos as fontes.

Agradeço a todos os membros e administradores do grupo Petrópolis e a sua história pelas contribuições e peço que ajudem-nos a divulgar o grupo pela rede. Não temos fins lucrativos e nem desejamos ter, nossa missão é divulgar e disponibilizar a História de Petrópolis gratuitamente a todos de forma simples e direta.



Edição anterior (2014):
sábado, 16 de maio de 2020
Ed. 2014:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2014): sábado, 16 de maio de 2020

Ed.2014:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior