Edição anterior (1646):
terça-feira, 14 de maio de 2019
Ed. 1646:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1646): terça-feira, 14 de maio de 2019

Ed.1646:

Compartilhe:

Voltar:


  Economia

Gasolina é o principal combustível da cidade

Bióloga aponta preocupação com a grande participação do combustível na cidade

Wellington Daniel

Segundo dados do Detran/RJ, veículos movidos apenas a gasolina correspondem a 47% da frota total de Petrópolis. Os dados apontam ainda que movidos a álcool e gasolina estão logo após, com 29% e gasolina e GNV com 6,5%. Petrópolis fechou abril com 172.939 veículos.

O levantamento ainda aponta que o número de veículos movidos a álcool, gasolina e GNV cresceu 24,9% em um ano, comparando o quarto mês de 2018 e 2019. Foi o maior acréscimo. Em segundo lugar, vem meios de transporte não motorizados, com 5,6%, que apesar do crescimento corresponde apenas a 1,2% do total de veículos da cidade.

Se somados todos os veículos que podem utilizar a gasolina como combustível, chega-se ao número de 86% do total. A bióloga Cecília Beer demonstra preocupação com a grande participação da gasolina na maioria dos veículos da cidade.

- A gasolina é derivada do petróleo e, portanto, um combustível fóssil. A queima desse tipo de combustível é tóxico ao meio ambiente, já que nessa combustão temos a liberação do CO2 (gás carbônico). O acumulo desse gás na atmosfera intensifica um processo natural chamado de efeito estufa. Essa intensificação acaba por causar diversos problemas, como o aquecimento global – afirmou a bióloga.

Preços

Dentre os principais combustíveis utilizados na cidade, a gasolina é o mais caro. Segundo preços pesquisados pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) entre os dias 5 e 11 de maio, o preço médio da venda do litro ficou em R$ 5,087. Em comparação com a capital do estado, o valor é 2,37% mais caro. No Rio de Janeiro, ficou em R$ 4,969.

Após a gasolina, vem o etanol, média de R$ 4,136 e o diesel S10, R$ 3,805. O diesel comum é o mais barato do levantamento, valendo em média R$ 3,616 no preço de venda. Não foram disponibilizados valores do preço médio do metro cúbico do GNV.



Edição anterior (1646):
terça-feira, 14 de maio de 2019
Ed. 1646:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1646): terça-feira, 14 de maio de 2019

Ed.1646:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior