Edição anterior (2015):
domingo, 17 de maio de 2020
Ed. 2015:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2015): domingo, 17 de maio de 2020

Ed.2015:

Compartilhe:

Voltar:


  Colunistas
Gilberto Pinheiro
COLUNISTA

MAUS-TRATOS AOS ANIMAIS - ÍNTIMA LIGAÇÃO COM A PSICOPATIA
Psiquiatra Forense entende que pessoas que sentem prazer em maltratar animais são entendidos dessa forma

O tempo passa e, por mais que tentemos conscientizar a sociedade sobre os animais e medidas protetivas, além do amor e respeito a esses seres frágeis e sencientes, ainda nos deparamos com pessoas insensíveis, com sadismo explícito na alma  e que se comprazem em fazer mal a qualquer animal que vejam pela frente.  A maldade humana não tem limites!
Em pleno terceiro milênio, ainda é fácil encontrarmos pessoas com esse perfil maléfico, rancoroso, perverso, infelizmente.
O fato mais recente e que  ganhou grande notoriedade no Brasil está no fato de uma empresária de nome Júlia Claudenari, residente em Londrina, no Paraná, maltratar seus próprios bichanos, esfregando o focinho deles num prato com farinha.


Ela não imaginava que o assunto iria repercutir tanto, mesmo ciente que o vídeo demonstrando a crueldade por parte dela, cairia na rede social.  Agora, está preocupada, fazendo-se de  de vítima, pedindo desculpas, afirmando que foi uma "brincadeira".  Francamente, a farinha entrando nas narinas dos seus dois cães, pode dificultar a respiração e gerar doença grave. Ela não sabia disso?  Que prazer mórbido é esse de ver o sofrimento de seres  tão fragilizados, inocentes e que não sabem se defender?  Até onde a maldade humana deseja chegar?
Não adianta agora, pedir desculpas, uma vez que a defensora dos animais Luisa Mell abraçou a causa e entrou com processo criminal contra a agressora e, se condenada, pagará multa e, possivelmente, a perda da guarda dos animais.


OS ANIMAIS NÃO SÃO OBJETOS PARA FICAR À DISPOSIÇÃO DE GENTE DOENTE DA ALMA


 


PSICOPATIA

Segundo minhas pesquisas à luz da Ciência Forense e publicação na ANDA - Agência de Notícias de Direitos dos Animais - o psiquiatra forense, dr. Guido Palomba,  explicou há algum tempo que "os que maltratam animais propositadamente", são pessoas com perfis  altamente deformados do ponto de vista ético, moral, social, caracterizando o que conhecemos  como psicopatas - a patologia está na conduta deles.  São pessoas que se comprazem ou sentem prazer em maltratar os animais.


Eu, Gilberto Pinheiro, entendo que a Humanidade ainda não evoluiu como um todo e que o amor às manifestações de vida começa na fase infantil, com pais sensíveis, educando seus filhos para a vida em sociedade.  Uma criança bem educada e respeitando a vida animal, dificilmente, maltratará outro ser humano, assim como outros animais. O amor é incondicional e somos todos sencientes, sem sombra de dúvidas.  Concluo, afirmando que esse tipo de "brincadeira" danosa e de profundo mau gosto, esfregando o focinho dos animais na farinha, segundo médicos veterinários, pode causar grandes danos à saúde dos bichanos, tais como asfixia e pneumonia aspirativa, podendo chegar ao óbito.   Não é um diploma de curso superior que a agressora possui que a torna mais esclarecida ou melhor que outras pessoas, mas,  o coração amoroso, sensível e o amor à vida em seu todo, afinal, todos os animais, sem exceção, merecem nosso respeito e proteção.

A compaixão para com os animais é das mais
nobres virtudes da natureza humana.
Charles Darwin - 1809/1882


Somos o Coração, a Alma, a Voz dos Animais
Gilberto Pinheiro



Edição anterior (2015):
domingo, 17 de maio de 2020
Ed. 2015:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2015): domingo, 17 de maio de 2020

Ed.2015:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior