Edição anterior (1564):
quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019
Ed. 1564:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1564): quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Ed.1564:

Compartilhe:

Voltar:


  Geral

Guarda Civil e PM alinham ações da operação “Lugar de criança e adolescente é na escola”


 Além do trabalho da Ronda Escolar, a Guarda Civil também irá retomar a operação “Lugar de criança e adolescente é na escola”, que tem como foco os alunos longe do perímetro das unidades de ensino do município. Em 2019, o trabalho segue com a parceria do Conselho Tutelar e será apoiado também pela Polícia Militar. Esse trabalho conjunto foi definido em reunião do Conselho Comunitário de Segurança Escolar (CCSE).

“Tanto a Ronda Escolar quanto essa operação são dois trabalhos muito importantes com foco na segurança dos alunos. A rede municipal tem cerca de 40 mil alunos e é fundamental acompanhar os estudantes não só no ambiente escolar, mas no trajeto dele para casa, para que eles fiquem distante de situações que podem representar perigo para eles”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

Um dos objetivos da operação é evitar que os jovens se exponham a situações de vulnerabilidade por ficar fora de casa e fiquem longe de bebidas alcoólicas, por exemplo. Na próxima semana, as duas corporações vão voltar a se reunir para definir detalhes como área de atuação e formas de abordagem dos alunos.

“Na Ronda Escolar, os agentes fazem visitas preventivas, realizando palestras de conscientização, e atendendo eventuais ocorrências relatadas pelos colégios. Já na operação ‘Lugar de criança e adolescente é na escola’, as abordagens são feitas a jovens que estão fora do perímetro escolar, muitas vezes uniformizados. Verificamos se esse aluno não está em horário de aula e, principalmente, alertamos sobre os riscos à segurança deles. E se for necessário, a gente procura os pais para que esse adolescente seja entregue aos responsáveis”, explica a comandante interina da Guarda Civil e coordenadora da Ronda Escolar, Cláudia da Conceição.

A Ronda Escolar atende 186 escolas do município. São 17 agentes acompanhando entrada e saída dos alunos pela manhã e também nas aulas noturnas da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

O comandante do 26º Batalhão da Polícia Militar (BPM), tenente-coronel Marcelo Bernardo, participou da reunião do CCSE. Após as mudanças de comando do Batalhão, ele informou que irá retomar a Patrulhamento Motorizado Especial Escolar (Pamesp Escolar) e que vai colocar o efetivo desse serviço à disposição da operação “Lugar de criança e adolescente é na escola”. Além dele, estiveram presentes à reunião representantes de quase 20 escolas do município.



Edição anterior (1564):
quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019
Ed. 1564:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1564): quinta-feira, 21 de fevereiro de 2019

Ed.1564:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior