Edição anterior (1451):
quarta-feira, 31 de outubro de 2018
Ed. 1451:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1451): quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Ed.1451:

Compartilhe:

Voltar:


  Saúde

 

 

HAC anuncia reformas do setor de Urgência

A partir de quinta-feira (01), atendimentos serão direcionados para a UPA Cascatinha

O Setor de Urgência e Emergência do Hospital Alcides Carneiro (HAC) vai passar por reformas, a partir desta quinta-feira (29.10). As obras serão para adequar a unidade a uma metodologia reconhecida pelo Ministério da Saúde. O objetivo é criar um novo espaço para atendimentos mais rápidos de urgência e emergência, com fluxos mais dinâmicos. Durante o período das intervenções, os atendimentos serão referenciados na UPA de Cascatinha. A população está sendo informada da obra e da busca pela UPA pelas redes sociais, pela imprensa, em cartazes e faixas. A meta é que o direcionamento para a UPA Cascatinha ocorra de forma a garantir o rápido atendimento que requerem os casos de urgência.

A nova metodologia de gestão, que será adotada pelo setor de Urgência do HAC, é reconhecida pelo Ministério da Saúde, que, inclusive, patrocina o sistema em 20 hospitais em todo o Brasil. A ideia é implementar a metodologia, denominada “Lean nas Emergências”. O Lean trabalha para melhorar processos com base no tempo, assegurando fluxos contínuos e eliminando desperdícios.

“Pude visitar, neste ano, hospitais do interior de Goiás e de São Paulo e conheci este trabalho. É uma metodologia que trouxe muitos benefícios para estas unidades e que decidimos implementar no Hospital Alcides Carneiro. A ideia é fazer adequações de espaço e fluxo para gerar uma integração maior entre nossos colaboradores e processos”, disse o diretor técnico do HAC, Daniel Falcone.

O setor de urgência do HAC tem registrado, neste ano, o dobro do número de atendimentos do ano passado. Em 2018, a média mensal de atendimentos está em mais de 4 mil pacientes. No ano passado, a média não passou de 2 mil pessoas atendidas no local. A nova metodologia tem sido utilizada, principalmente, por unidades que registram este tipo de superlotação em atendimentos de urgência e emergência.

“Além das adequações de estrutura e fluxos queremos promover a reforma de outros espaços dentro do setor, como os banheiros e Sala de Procedimentos, para dar mais conforto para nossos acolhidos”, completa o diretor técnico do hospital.



Edição anterior (1451):
quarta-feira, 31 de outubro de 2018
Ed. 1451:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1451): quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Ed.1451:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior