Edição anterior (1670):
sexta-feira, 07 de junho de 2019
Ed. 1670:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1670): sexta-feira, 07 de junho de 2019

Ed.1670:

Compartilhe:

Voltar:


  Polícia

Homens armados com facas assaltam ônibus e pedestres no Valparaíso

Motorista foi abordado por dois bandidos quando estava parado no ponto final

Um assalto a ônibus, em plena luz do dia, mobilizou equipes da Polícia Militar, na tarde de quarta-feira (5), no Valparaíso. Pouco mais de R$ 200 em dinheiro foram levados do coletivo. O motorista estava sozinho no momento do crime.

De acordo com a polícia, o assalto aconteceu por volta das 13h50. A vítima, de 49 anos, foi rendida por dois homens. Um dos ladrões estava armado com uma faca e rendeu o motorista, que também atua como cobrador. Ele estava prestes a deixar o ponto final da linha, na Rua Joaquim Gomensoro, no Valparaíso.

Os bandidos entraram no coletivo já exigindo dinheiro e objetos de valor. Um deles usava um gorro rosa e calça jeans, enquanto o outro vestia casaco preto e cinza, e estava com o rosto coberto por uma camisa.

A Polícia Militar foi acionada e realizou diligências pelas imediações, mas os suspeitos não foram localizados. O assalto está registrado na 105ª DP, para onde a empresa responsável deverá encaminhar as imagens das câmeras de segurança do veículo para tentar identificar os ladrões.

Na madrugada do dia 12 de abril, uma sexta-feira, uma tentativa de assalto a um ônibus terminou com um cobrador, que não estava em serviço no momento do crime, baleado. O homem, de 23 anos, foi atingido no abdômen e não se feriu gravemente.

O fato aconteceu na Estrada Philúvio Cerqueira, em Itaipava, por volta da 1h30, quando o coletivo saía do bairro no sentido Itaipava. O assaltante, com uma arma, tentou interceptar o veículo, que fazia a linha Vale do Cuiabá, mas o motorista não parou, momento em que o bandido atirou contra o ônibus, atingindo o cobrador, que estava a caminho da garagem para iniciar seu turno. Foram realizadas buscas em toda a região, mas nenhum suspeito foi localizado.

Segundo dados do Instituto de Segurança Pública (ISP), houve um registro de roubo a coletivo nos quatro primeiros meses de 2019 em Petrópolis, no mês de fevereiro, número igual ao do ano passado, quando um caso foi registrado em março.

No mesmo período, em 2017, foram registrados três casos, enquanto em 2016 o número foi seis vezes maior do que neste ano. Já em 2015, foram quatro casos, um aumento de 100% quando comparado a 2014, quando houve dois registros, e igual ao número de 2013, quando também aconteceram quatro roubos.

Nos últimos seis anos, aconteceram 65 roubos em ônibus na cidade, mas o número oscila consideravelmente entre cada ano. Em 2018, o índice foi 53,8% menor do que em 2017 (seis casos, contra 13 no ano anterior), enquanto o maior registro foi entre 2014 e 2015, quando o número passou de cinco casos para 11, um aumento de 120%.

A Petro Ita informou que o ônibus que fazia a linha 212 – Joaquim Gomensoro foi assaltado no momento em que o coletivo estava saindo do ponto final do bairro, e que os bandidos levaram o dinheiro da arrecadação de passagens. A empresa registrou a ocorrência, cedendo também as imagens das câmeras de monitoramento à polícia. A linha mencionada perdeu uma viagem e voltou a operar normalmente em seguida.

 

Pedestre é assaltada em Araras

Em Araras, a vítima foi uma pedestre 46 anos, abordada por bandidos na Estrada Bernardo Coutinho, pouco depois das 19h. Dela, uma dupla de ladrões levou um telefone celular, documentos e a quantia de R$ 370 em dinheiro.

Ao registrar a ocorrência na 106ª DP, a vítima relatou que um dos homens empunhava uma faca, mas não conseguiu descrever os bandidos. Disse apenas que ambos vestiam casacos de moletom, um deles azul e o outro marrom.

Entre a noite de quarta e a tarde de quinta-feira, dois leitores denunciaram ao Diário terem sido vítimas de roubos na localidade de Águas Lindas, em Nogueira. Nos dois casos, o bandido estava com uma faca e levou os pertences das vítimas.

Até o fechamento desta matéria, não conseguimos a confirmação do registro dos casos junto à Polícia Civil. As vítimas solicitaram que suas identidades não fossem divulgadas.

De acordo com o ISP, o número de roubos a pedestres tem apresentado aumento na cidade desde 2016, quando o índice aumentou 110% quando comparado com 2015 (42 e 20 casos, respectivamente). Os quatro meses deste ano, quando comparados ao mesmo período de 2018, apresentaram 10% de aumento nos casos. Foram 48 registros em 2019, contra 44 no ano anterior.



Edição anterior (1670):
sexta-feira, 07 de junho de 2019
Ed. 1670:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1670): sexta-feira, 07 de junho de 2019

Ed.1670:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior