Edição anterior (1638):
segunda-feira, 06 de maio de 2019
Ed. 1638:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1638): segunda-feira, 06 de maio de 2019

Ed.1638:

Compartilhe:

Voltar:


  Saúde

HST oferece descontos de até 40% em ressonâncias e tomografias

Ideia surgiu há seis meses e acontece em horários ociosos das máquinas

João Vitor Brum joaovitor@diariodepetropolis.com.br

 
                     Oferecer serviços de qualidade, com segurança e a preços acessíveis. Este é o objetivo do “Corujão” do Hospital Santa Teresa, ideia criada há cerca de seis meses, que consiste na oferta de exames em um horário diferenciado e com descontos de até 40%. Iniciada como um teste, com horários reduzidos, a ideia foi aprovada pelo público, e, com cerca de 100 atendimentos mensais nos primeiros meses, está sendo ampliada pelo hospital, visando aumentar o número de pacientes atendidos.

          Os exames com valor reduzido são oferecidos entre 22h e 5h, horário em que, segundo a direção do HST, as máquinas ficavam ociosas, o que tornou a ideia viável. De acordo com o diretor executivo do hospital, Leonardo Menezes, o Corujão beneficia tanto o Santa Teresa quanto a população.

          - Há 143 anos em Petrópolis, a instituição sempre buscou trabalhar em prol da sociedade petropolitana, ofertando novas oportunidades e serviços inéditos tanto na cidade quanto na região. Por isso, tivemos, internamente, a ideia de criar o Corujão – disse Leonardo.

          Segundo o diretor, o HST realiza, em média, duas mil tomografias e 800 ressonâncias mensalmente, já incluindo os procedimentos realizados no Corujão. Os procedimentos são considerados simples, e o primeiro é concluído em questão de segundos, enquanto as ressonâncias duram entre 20 e 40 minutos. Os exames são realizados pela Lumic Central Integrada de Imagens, empresa que presta serviço de diagnóstico por imagem no hospital.

          - Como as máquinas não eram utilizadas durante a noite, tivemos a ideia de abrir os descontos, que permitem que pessoas sem condições financeiras para pagar o valor integral possam cuidar da saúde da mesma forma. Além disso, mesmo que menor do que o normal, o valor pago ajuda, também, a manter os equipamentos – completou o diretor executivo.

          O Santa Teresa é o único hospital de Petrópolis a realizar o exame de ressonância magnética, que só é oferecido em clínicas especializadas ou consultórios. A vantagem de se realizar o procedimento em uma unidade médica é que há mais segurança para o paciente, com aparato médico completo e profissionais capacitados.

          - Fiquei muito feliz quando soube da possibilidade de realizar o procedimento, pois minha filha, de 12 anos, precisava fazer uma tomografia e eu não tenho condições financeiras de pagar o procedimento integralmente ou de contratar um convênio – disse a diarista Silvana Cunha. – Foi uma bênção descobrir desses descontos – completou Silvana, que é moradora do Floresta.

          Exames e procedimentos mais complexos, que precisam de anestesia, por exemplo, não estão incluídos no Corujão. Os valores de ressonância magnética variam entre R$ 350,00 e R$ 400,00, enquanto a tomografia computadorizada custa R$ 250,00.

          Vale ressaltar, entretanto, que os procedimentos só podem ser realizados com indicação médica e se certificando de que o paciente está apto para realizá-lo, como destaca Leonardo.

          - Há muita procura para os procedimentos sem nenhum motivo, o que não é possível. É necessário que a pessoa apresente uma indicação médica, com as orientações corretas para seu caso, pois não nos interessa ofertar um procedimento que não vai agregar valor ao paciente – comentou o diretor.

Para agendar um exame ou esclarecer dúvidas sobre o Corujão ou outros procedimentos, pode-se entrar em contato com o Hospital Santa Teresa pelos números (24) 2233-4600, (24) 2247-0004 ou (24) 2246-2239.

Mais de 9 mil atendimentos ambulatoriais são realizados por mês no Santa Teresa

O HST é um dos mais importantes hospitais da Região Serrana, e se tornou referência em áreas muito importantes da saúde, como Cardiologia, Neurocirurgia, Vascular, Ortopedia e Traumatologia. Localizado na Rua Paulino Afonso, o Santa Teresa possui 156 leitos de internação, três Unidades de Tratamento Intensivo (UTIs), sendo uma Coronária, e uma unidade exclusiva para atendimento feminino, com berçário e monitoramento 24 horas por dia. Além disso, mais de cem especialistas atuam no Centro Médico da unidade.

          No local, são realizados, em média, nove mil atendimentos ambulatoriais, seis mil atendimentos de urgência e mais de mil procedimentos. Com cerca de 900 colaboradores diretos, a instituição é uma das que mais emprega pessoas na cidade.

          - Nosso objetivo é servir a população de Petrópolis e de toda a região de maneira digna e trazer o máximo de benefícios possíveis. Estamos sempre antenados e abertos a novos negócios para garantir que nossa missão seja cumprida – salientou Leonardo Menezes.

          O hospital atende pacientes particulares, do Sistema Único de Saúde (SUS) e de convênios, e, segundo o diretor executivo, entre 20 e 25% das pessoas atendidas vêm de outras cidades, devido à disponibilidade e qualidade dos serviços.

          O alto número é registrado, também, na rede municipal de saúde. Segundo dados divulgados pela Prefeitura, 13.308 pessoas foram atendidas em unidades do município em 2017, cerca de 10 mil pacientes a mais do que em 2016.

          O levantamento contabiliza os atendimentos do Hospital Municipal Doutor Nelson de Sá Earp (HMNSE), Hospital Alcides Carneiro (HAC), Pronto Socorro Leônidas Sampaio, das Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e dos serviços de Pronto Atendimento (SPA) da Posse e de Pedro do Rio.

Apenas no HAC, uma média de 82 partos de pessoas de outras cidades são realizados por mês. A maior procura, segundo a Secretaria de Saúde, é de moradores de cidades da baixada fluminense e da capital do estado.



Edição anterior (1638):
segunda-feira, 06 de maio de 2019
Ed. 1638:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1638): segunda-feira, 06 de maio de 2019

Ed.1638:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior