Edição anterior (1712):
sexta-feira, 19 de julho de 2019
Ed. 1712:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1712): sexta-feira, 19 de julho de 2019

Ed.1712:

Compartilhe:

Voltar:


  Polícia

Idoso é atacado por cachorros no Centro

Homem de 83 anos teve o braço dilacerado e lesões na nuca e cabeça

João Vítor Brum, especial para o Diário

Um idoso, de 83 anos, foi atacado por dois cães na tarde desta quinta-feira (18), por volta das 13h50, na Rua Visconde do Bom Retiro, no Centro. Os cachorros, que seriam da raça pitbull, teriam acesso livre à rua e já teriam atacado outras pessoas e até animais, de acordo com uma moradora da região. O dono dos cães foi encaminhado à 105ª Delegacia para apuração dos fatos e a vítima foi levada ao Hospital Santa Teresa em estado moderado de saúde.

De acordo com o Corpo de Bombeiros, que realizou o atendimento à ocorrência com apoio da Polícia Militar, o senhor teve o braço dilacerado e múltiplas lesões na nuca e na cabeça. O HST, até o fechamento desta matéria, não havia informado o estado de saúde da vítima.

Uma moradora da região, que pediu para não ser identificada por medo de retaliação, procurou o Diário para buscar ajuda. Segundo ela, os cães teriam, recentemente, atacado outros dois cachorros, matando um e deixando o outro ferido. O animal que sobreviveu, inclusive, estaria internado em uma clínica veterinária da região. A moradora conta que teme um acidente ainda maior envolvendo os cães.

- Estou apavorada. Tem pelo menos duas creches próximas, o que pode causar uma tragédia ainda maior. Eu moro muito perto do local aonde os cães moram, e vejo que eles têm acesso total à rua, sem nenhum controle. Isso é um perigo! Eles não podem ficar soltos assim - disse a moradora.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, o dono dos cachorros se recusou a prestar socorro e retirar os animais, e, por isso, foi encaminhado à 105ª Delegacia, no Retiro, para que as medidas cabíveis fossem tomadas.

O artigo 936 do Código Civil descreve que o dono do animal tem responsabilidade pelos danos e prejuízos  causados pelos bichos. Por exemplo, se o cão atacar alguém ou destruir algo que pertença a outra pessoa, o dono deverá ressarcir o prejuízo.

A responsabilidade tratada no artigo é objetiva, ou seja, não é preciso que o dono do animal seja culpado pelo problema. A lei permite, ainda, que, se o proprietário provar que houve culpa da vítima, ou que o fato decorreu de força maior, ele não será responsabilizado.



Edição anterior (1712):
sexta-feira, 19 de julho de 2019
Ed. 1712:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1712): sexta-feira, 19 de julho de 2019

Ed.1712:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior