Edição anterior (1640):
quarta-feira, 08 de maio de 2019
Ed. 1640:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1640): quarta-feira, 08 de maio de 2019

Ed.1640:

Compartilhe:

Voltar:


  Segurança

Imagens do Ciop levam à prisão de suspeito por tráfico de drogas

Desde o início do monitoramento, já foram registradas 222 cenas de crimes ou suspeitas para colaborar com flagrantes e investigações

As imagens do Centro Integrado de Operações de Petrópolis (Ciop) levaram a prisão de um homem suspeito por tráfico de drogas na segunda-feira (06.05). Ele foi encontrado na Av. Barão do Rio Branco pela Polícia Militar e levado para a 105ª DP junto com outros dois homens, que foram ouvidos e liberados. Este ano, o Ciop já fez 91 registros de crimes ou suspeitas, que ajudaram ações de flagrante e estão à disposição da Polícia Civil para investigação.

As imagens gravadas entre janeiro e abril estão armazenadas junto com 131 imagens registradas no ano passado, ou seja, desde maio do ano passado (quando o monitoramento da cidade foi iniciado ainda antes da inauguração do Ciop), já foram arquivadas 222 cenas de crimes ou suspeitas.

“O Ciop é uma ferramenta fundamental para a segurança da cidade e mostra a cada dia a importância desse investimento feito pelo município. As câmeras representam um apoio muito grande para que as forças de segurança consigam ampliar a atuação deles e isso já pode ser visto em diversos casos”, afirma o prefeito Bernardo Rossi.

No caso registrado nesta segunda-feira, a Guarda recebeu uma denúncia de que o suspeito estaria na Praça da Liberdade falando com outras duas pessoas sobre fazer entrega de drogas. As informações sobre características e roupas dessas pessoas foi passada para o Ciop, que conseguiu identifica-los e foi possível acompanhar a movimentação deles. A PM encontrou os três na Barão do Rio Branco.

O homem que foi preso estava com um tablete de erva seca prensada e vai responder por uso e consumo de drogas. Ele já tinha passagens anteriores pela polícia por tráfico e roubo. Os outros depois foram liberados após prestarem depoimento.

Outros casos com participação do Ciop

Apenas no ano passado, as imagens ajudaram na prisão de quadrilhas responsáveis por assaltos a residências em Itaipava e Pedro do Rio, a um estabelecimento comercial no Retiro, a postos de gasolinas na cidade e também para recuperar um veículo roubado na Cel. Veiga. Também ajudou a descobrir três falsas comunicações de crimes (casos de estelionatos).

Em fevereiro, o monitoramento contribuiu para a prisão de um suspeito por assalto a uma joalheria e outros dois homens também por assalto a um bar, ambos no Centro. Além disso, ajudou a localizar o acusado por disparar um tiro em um ônibus.

No mês de março, as câmeras ajudaram a identificar o veículo usado por uma quadrilha acusada de aplicar o golpe da “saidinha de banco”. Com as informações do monitoramento, foi possível avançar com a investigação que terminou com a prisão de três pessoas.

“O Ciop tem 56 câmeras em 46 locais espalhados em todos os distritos da cidade. As forças de segurança trabalham de forma integrada, com troca de informações que ajudam nos serviços prestados tanto pela Guarda, pela PM e também pelas delegacias. E ainda contribuem com outros órgãos, como CPTrans, Defesa Civil e Bombeiros”, diz o comandante da Guarda, Jeferson Calomeni.

Além de situações de crimes ou suspeitas, também foram registradas 62 cenas de acidentes ou ocorrências de trânsito e 100 imagens de outros tipos – totalizando 384 imagens já gravadas desde o início da operação do monitoramento.



Edição anterior (1640):
quarta-feira, 08 de maio de 2019
Ed. 1640:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1640): quarta-feira, 08 de maio de 2019

Ed.1640:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior