Edição anterior (1487):
quinta-feira, 06 de dezembro de 2018
Ed. 1487:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1487): quinta-feira, 06 de dezembro de 2018

Ed.1487:

Compartilhe:

Voltar:


  Ambiente

Inea e FAO inovam ao implementar o mecanismo de monitoramento ambiental

O Instituto Estadual do Ambiente (Inea) e a Organização das Nações Unidas para Alimentação e Agricultura (FAO) inovam ao implementar a iniciativa BIG 2050, um mecanismo de longo prazo para a promoção da conservação ambiental da Baía da Ilha Grande e para a capacidade de prover serviços ecossistêmicos. O reconhecimento dos trabalhos desenvolvidos no âmbito do projeto de Gestão Integrada do Ecossistema da Baía da Ilha Grande (Projeto BIG) foi evidenciado durante um evento realizado em Angra dos Reis, nos dias 27 e 28 de novembro.

 Além de apresentar os resultados do Projeto BIG, foi firmado o compromisso de continuidade das ações por meio de um acordo de cooperação técnica entre o Inea, a FAO e a Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) que fortalecerá o mecanismo de monitoramento ambiental da região, o Radar da BIG. Esse mecanismo foi desenvolvido com o foco na avaliação da qualidade ambiental por meio de um olhar sistêmico, que permite identificar quais as principais ameaças à saúde da baía e seus ecossistemas.

Durante o evento, foram apresentados também os resultados do mecanismo de promoção de inovação, o Desafio BIG, que investe em soluções ambientais criativas e transformadoras. Onze soluções foram apoiadas, ao longo do último ano, e demostraram o potencial da região e de seus moradores no desenvolvimento de empreendimentos de impacto positivo para a sociedade e para o meio ambiente, contribuindo para a conservação e para a implantação de negócios de caráter socioambiental.

Novo conceito

Para o Oficial de Programas da FAO, Marcello Broggio, o sucesso obtido no projeto demonstra que o conceito de se desenvolver soluções pela sociedade para questões complexas é possível e deve ser fortalecido como estratégia de sustentabilidade para uma região. Broggio acredita que o fato da FAO ser  co-promotora da iniciativa deverá ser referência para a organização no que se refere à gestão integrada do ecossistema.

O diretor de Biodiversidade, Áreas Protegidas e Ecossistemas do Inea, Paulo Schiavo, destacou o aspecto inovador da Iniciativa BIG 2050.

– O projeto é inovador na aplicação do conceito de gestão integrada com base ecossistêmica dentro da esfera pública, demonstrando caráter piloto no Estado do Rio de Janeiro e comprovando a potencialidade de aplicação em outros modelos de gestão – disse Schiavo.

Os participantes do evento puderam verificar, em campo, os resultados efetivos alcançados. Foram visitados alguns dos empreendimentos acelerados, tais como a produção de alevinos de bijupirá (salmão) e o cerco fixo flutuante, uma arte de pesca sustentável, entre outros. Foi exposta, também, a busca por parcerias para a continuidade do Desafio BIG e das soluções já apoiadas. Na ocasião, foi lançada ainda uma publicação.



Edição anterior (1487):
quinta-feira, 06 de dezembro de 2018
Ed. 1487:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1487): quinta-feira, 06 de dezembro de 2018

Ed.1487:

Compartilhe:

Voltar:

Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior