Edição anterior (1323):
segunda-feira, 25 de junho de 2018
Ed. 1323:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1323): segunda-feira, 25 de junho de 2018

Ed.1323:

Compartilhe:

Voltar:


  Saúde

Inverno aumenta o risco de meningite

Vacinação é a principal forma de prevenção contra a doença

Yuri Lima - yuri.lima@diariodepetropolis.com.br

 

A estação de inverno se iniciou na última semana e com isso há o aumento de meningite. Em alguns casos, a doença pode ser contagiosa. Atualmente, a cidade de Petrópolis conta com 15 salas de vacinação na rede pública e a imunização é necessária. A doença é potencialmente fatal e costuma ser causada por agentes infecciosos, como bactérias, vírus e fungos. A doença é uma inflamação aguda das membranas protetoras que revestem o cérebro e a medula espinal, denominadas coletivamente por meninges.

Segundo dados da Prefeitura, a cidade tem reduzido os casos da doença e não teve registros este ano. Em 2016 foram 14 registros, no ano passado, 2017, este número foi reduzido para 10.

Conversamos com o pediatra Sérgio Coutinho para entender como a doença se manifesta nas crianças.

- São vários tipos de formas da doença se manifestar, como vírus e bactéria. Uma das formas mais comuns da manifestação da meningite vem de bactérias comuns – afirmou.

 Para o pediatra, a melhor medida para a prevenção da doença é por intermédio das vacinas.

- Atualmente a principal forma de prevenção é realmente por intermédio das vacinas, principalmente para as meningites contagiosas. Existem várias vacinas para cada tipo de manifestação diferente – declarou.

Coutinho ainda informou quais são os principais sintomas da doença.

- A meningite provoca febre alta e dor de cabeça e pode ser identificada melhor em um consultório, com exames específicos. Porém, pode ser percebida quando a criança não consegue encostar o queixo em seu peito sem sentir dor, isto é provocado pela infecção na região da meninge – afirmou.

Além disto, Coutinho informa que a doença pode se manifestar em crianças e adolescentes.

- A doença é mais frequente em crianças pequenas, que tem a imunidade mais baixa. Porém, pode se manifestar em jovens e adolescentes, principalmente pelo contágio provocado por ser uma fase de descobertas, quando os jovens começam a beijar na boca, por exemplo – disse.

As vacinas estão disponíveis na rede pública e privada. Porém, a vacina meningocócica conjugada ACWY e a vacina meningocócica B só estão disponíveis na rede privada de clínicas de vacinação. A vacina meningocócica ACWY conjugada é indicada para imunização ativa de crianças, adolescentes e adultos com risco de exposição a Neisseria meningitidis dos grupos A, C, W-135 e Y, para prevenir doença meningocócica invasiva.

Confira a lista de postos de vacinação contra a meningite no município:

PSF Alto da Serra

PSF Posse

PSF São Sebastião

UBS Alto Independência

UBS Morin

UBS Mosela

UBS Itaipava

UBS Pedro do Rio

UBS Quitandinha

UBS Retiro

Centro de Saúde Coletiva

Centro de Saúde Itamarati

Ambulatório Escola

Epidemiologia – ao lado do Hospital Municipal Dr. Nelson de Sá Earp

Hospital Alcides Carneiro



Edição anterior (1323):
segunda-feira, 25 de junho de 2018
Ed. 1323:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1323): segunda-feira, 25 de junho de 2018

Ed.1323:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior