Edição anterior (1760):
quinta-feira, 05 de setembro de 2019
Ed. 1760:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1760): quinta-feira, 05 de setembro de 2019

Ed.1760:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Itaipava é a localidade mais procurada para aluguéis na internet

Segundo o Grupo ZAP, bairro também é o quarto mais caro da cidade

Wellington Daniel

 

O Grupo ZAP divulgou nesta semana ao Diário de Petrópolis um levantamento sobre como está a situação das locações de imóveis pela internet. Segundo o Grupo, o bairro com mais pesquisas em junho foi Itaipava, com 45,3% das buscas. Também foi o quarto mais caro, com o preço médio de R$ 1.500. O preço médio do aluguel em toda a cidade ficou em R$ 1.400.

O levantamento ainda aponta que os bairros mais baratos, dentro dos anúncios nos sites ZAP e Viva Real, são: Cascatinha (R$ 900), Itamarati (R$ 865), Mosela e Nogueira (ambos R$ 700), e o campeão: Quissamã (R$ 500). E o mais barato também é o quinto mais procurado, com 2,8% das pesquisas.

Completam a lista de bairros mais procurados nos sites do grupo: Centro (27,1%), Corrêas (6,9%) e Quitandinha (5,8%). 

BAIRROS MAIS CAROS

Fonte: Grupo ZAP

Valparaiso - R$ 2.200,00

Castelânea - R$ 1.800,00

Retiro - R$ 1.775,00

Itaipava - R$ 1.500,00

Bonsucesso - R$ 1.450,00 

Inflação

O Índice Geral de Preços – Mercado (IGP-M) registrou deflação (queda) de 0,67%, segundo a Fundação Getúlio Vargas (FGV). Este índice é utilizado no reajuste dos contratos de aluguel. Julho havia registrado inflação de 0,40%. O acumulado em 2019 é de 4,09% e de 4,95% em 12 meses.

Para a consultora imobiliária Irene Medeiros, da Oswaldo Medeiros Imóveis, a lei da oferta e procura tem sido determinante nas quedas de preços, principalmente em Petrópolis.

- Senti que os proprietários estão bastante conscientes, devido a demora que tivemos durante todo esse tempo de procura de imóveis para locação, eu não percebi que os proprietários estavam com a intenção de aumentar não. Pelo contrário, os imóveis que alugamos, tanto nesta semana quando na semana passada, todos eles entraram em acordo. Aquela velha lei da oferta e procura – explica.

A consultora também afirma que o perfil do inquilino também está influenciando a decisão do proprietário neste momento.

- É melhor ter este imóvel ocupado do que continuar pagando taxas de condomínio e IPTU, sem ter alguém para zelar pelo seu bem. Quando se tem um bom locatário no imóvel, o preferível é que continue. Até mesmo evitando aumentos, para evitar que ele saia, porque é um bom pagador – afirmou.



Edição anterior (1760):
quinta-feira, 05 de setembro de 2019
Ed. 1760:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1760): quinta-feira, 05 de setembro de 2019

Ed.1760:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior