Edição anterior (1456):
segunda-feira, 05 de novembro de 2018
Ed. 1456:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1456): segunda-feira, 05 de novembro de 2018

Ed.1456:

Compartilhe:

Voltar:


  Cidade

Mais Asfalto beneficia 128 linhas de ônibus em menos de um mês

 

Prefeitura ampliou o número de equipes de manutenção viária para sete e, com isso, atendeu 74 ruas de 33 bairros em outubro

Desde o início do mês de outubro, 74 ruas de 33 bairros da cidade receberam o serviço de manutenção viária. O serviço realizado em outubro beneficiou 128 linhas de ônibus que fazem 2.662 viagens por dia. Isso foi possível graças a ampliação do número de equipes de trabalho do programa Mais Asfalto, determinada pelo prefeito Bernardo Rossi, que tem sete equipes atuando todos os dias para melhorar a malha viária do município. O foco dessas turmas é beneficiar as vias que servem de itinerário para o transporte público – trechos que ficaram mais de sete anos sem sequer receber recapeamento.  

São cerca de 45 homens que fazem a aplicação de asfalto não apenas em buracos, mas trechos mais longos em cada rua - o que é chamado de "pano de asfalto". Cada equipe usa cinco toneladas de asfalto em cada bairro, o que ultrapassa 500 toneladas de material usados na via da cidade entre os dias oito e 31 de outubro.

"Todo trabalho que estamos fazendo agora é para reverter o quadro de sete anos sem investimentos pesados na manutenção viária da cidade. Isso causou um enorme prejuízo à malha viária do município, que tem uma enorme frota de veículos circulando todos os dias e 350 ônibus rodando nos bairros. As condições precárias das ruas de Petrópolis estavam trazendo um grande prejuízo para a população, já que muitas linhas tinham que alterar o itinerário normal. Por isso que reforçamos o Mais Asfalto, especialmente nas comunidades, para modificar completamente esse panorama", afirma o prefeito Bernardo Rossi, que vem acompanhando pessoalmente a atuação em diversos bairros.

O trabalho de manutenção viária já ocorre o ano inteiro. Apenas no primeiro semestre, ruas de 50 bairros e localidades receberam o serviço. Agora, o trabalho foi intensificado especialmente nesse período anterior ao fim de ano e às chuvas de verão.

"A manutenção viária beneficia quem usa o transporte público de diversas maneiras. Primeiro, por evitar alterações no itinerário normal e, assim, que os moradores sejam atendidos corretamente. Depois, porque reduz a chance de quebras dos veículos ou a necessidade de viagens mais lentas, o que gera atrasos. A viagem fica mais confortável para o passageiro e também dá mais segurança ao motorista. Já foram atendidos 33 bairros desde a ampliação do Mais Asfalto em todos os distritos e os moradores de outros podem ter certeza que a prefeitura também vai levar o programa para a sua rua", diz o secretário de Obras, Ronaldo Medeiros.

Comunidades atendidas

Apenas em outubro, a manutenção viária ocorreu em ruas de Alemão, Alto da Serra, Araras, Bairro da Glória, Bela Vista, Bonfim, Carangola, Cascatinha, Castelânea, Castelo São Manoel, Caxambu, Centro, Corrêas, Duarte da Silveira, Estrada da Saudade, Fazenda Inglesa, Itaipava, Mosela, Neylor, Nogueira, Nova Cascatinha, Posse, Quarteirão Brasileiro, Quarteirão Ingelheim, Quissamã, Quitandinha, Retiro, Roseiral, Samambaia, Santa Mônica, São Sebastião, Siméria, Valparaíso e Vila Felipe.

O trabalho ocorreu desde vias com poucas viagens por dia até ruas que recebem intenso fluxo de transporte público nas comunidades diariamente, como é o caso da Padre Feijó (Alto da Serra), por onde passam 14 linhas; Cardoso Fontes (Castelânea), destino de 16 linhas; Fonseca Ramos (Centro), caminho de 18 linhas; Rua Quissamã (Quissamã), rota de 10 linhas; Gonçalves Dias e Visconde de Itaboraí (Valparaíso), itinerário de 16 linhas.

Quem também gostou da passagem do Mais Asfalto por comunidades foi o morador Jonatas Barcelos, do Quarteirão Brasileiro, onde a manutenção viária na Rua Professor João de Deus beneficiou quem usa a linha 507, com 23 viagens diárias.

“O ônibus pode subir e descer tranquilo agora. Agradeço o serviço ao prefeito Bernardo Rossi que veio ajuda a gente. Isso vai ajudar os idosos, os estudantes que dependem dos ônibus e também as famílias que precisam passar aqui porque não quebra seu carro, o asfalto vai ajudar muito”, disse Jonatas.

No Siméria, por exemplo, o trabalho na Rua Manoel Francisco de Paula melhorou as condições de 59 viagens de quatro linhas. A moradora Eliete Nogueira agradeceu e lembrou outra importância do serviço no bairro.

“O Siméria tem a pista de voo livre, que é um ponto turístico e muita gente vem de carro para cá. Então passar de carro rua cheia de buracos é ruim. Por isso que é tão importante para o bairro esse serviço”, falou Eliete.

Vias de grande movimento também foram asfaltadas

O trabalho do Mais Asfalto é realizado em duas frentes: além de atender bairros e comunidades com a manutenção viária focada nos ônibus, o programa ainda fez a pavimentação de 6,2 km de vias com intenso fluxo de veículos no Centro.

A Rua Dr. Sá Earp é o local mais recente que recebeu o trabalho, concluído na madrugada da última quinta-feira (01.11). No local, foram asfaltados 1,3 km, ampliando a pavimentação do circuito entre Centro e Alto da Serra. Antes, as ruas Santos Dumont, Souza Franco, Visconde do Bom Retiro e Aureliano Coutinho foram pavimentados. Todo esse circuito soma 4,3 km e recebe mais de 800 viagens de 25 linhas de ônibus todos os dias.

A Rua do Imperador também foi asfalta depois de 10 anos sem investimentos. Foram 1,9 km de pavimentação de todo trecho da principal rua do Centro, que tem fluxo de 22,8 mil veículos por dia, sendo 4 mil viagens de 112 linhas de ônibus.

“São dois lados do programa, que se complementam, porque oferecem para o petropolitano melhores condições no bairro onde ele mora e também no Centro, que é o local de maior movimento durante todo dia, seja pelo comércio, pelos pontos turísticos, pelas universidades e por outras razões. Então já foram feitas reformas da Rua do Imperador, de todo circuito que leva ao Alto da Serra e já estão programados outros locais para as próximas semanas”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

Dois dos próximos locais de grande movimento que receberão nova pavimentação são a 16 de Março e a Nelson de Sá Earp. A Rua 16 de Março é um dos mais importantes locais de comércio da cidade e tem movimento de quase cinco mil veículos por dia. Já a Nelson Sá Earp recebe diariamente 22,5 mil veículos é uma das principais alternativas para quem vai para Mosela, Bingen, Valparaíso e Quitandinha.



Edição anterior (1456):
segunda-feira, 05 de novembro de 2018
Ed. 1456:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1456): segunda-feira, 05 de novembro de 2018

Ed.1456:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior