Edição anterior (1672):
domingo, 09 de junho de 2019
Ed. 1672:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1672): domingo, 09 de junho de 2019

Ed.1672:

Compartilhe:

Voltar:


  Esporte


 Mais de 20 mil pessoas beneficiadas por novos equipamentos esportivos

 O investimento na construção ou na reforma de equipamentos esportivos vai beneficiar diretamente a mais de 20 milpessoas em Petrópolis. O valor total das obras é de R$6,7 milhões, sendo R$5,9 milhões liberados pelo Ministério do Esporte demais R$811 mil de contrapartida da prefeitura. Já foram entregues o Centro de Iniciação ao Esporte (CIE), no Caxambu, e asquadras dos bairros Morin e Pedras Brancas. Além dessas, serão realizadas melhorias nas quadrasdo Amazonas, VilaSãoJosé, Comunidade Oswaldo Cruz, Comunidade do Alemão e Vale do Carangola.

A ideia da prefeitura é instalar programas sociais que atendam todas essas comunidades, fomentando a prática regular deatividades físicas. “O esporte é uma prioridade da nossa gestão, por ser uma ferramenta importante de prevenção a doenças. Estamos incentivando que a população da cidade fique mais ativa, melhorando os equipamentos esportivos que já existem e inaugurando novos espaços”, destaca o prefeito Bernardo Rossi.

O CIE atende a mais de 800 adultos e crianças de todo município regularmente em 14 modalidades esportivas. O espaçofoi inaugurado pelo prefeito Bernardo Rossi em março do ano passado, proporcionandomaisqualidade de vida para osbeneficiados. Além das atividades, o local também é palco de competições estudantis e amadoras, recebendo atletas de diversas partes do país.
“O CIE no Caxambu foi uma grande conquista da nossa gestão. Queremos atender até duas mil pessoas por mês no local”, garante o prefeito.

Tamires Ferreira de Oliveira Santos, que mora no Caxambu, participa ativamente das aulas de dança e alongamento. Na família, os sobrinhos jogam os esportes de quadra, contribuindo também para o desenvolvimento de cada um. O CIE está cada vez mais sendo utilizado pelos moradores, que também ganharam um horário para o jogo de futsal da comunidade.

“Minha saúde está muito melhor, estou mais ágil, emagreci bastante também. Acho legal a prefeitura oferecer um espaço como esse, que ensina muita coisa boa para os jovens aqui da comunidade. A nossa turma está crescendo e a gente ajuda divulgando, dizendo que as aulas são muito boas e animadas”, disse Tamires.

Jáa reforma da quadra no Pedras Brancas foi entregue para a comunidade em dezembro do ano passado. Logo no inícioda atual gestão, foi paga uma dívida de R$11,1 mil, o que permitiu a retomada da obra, que estava parada desde 2016. Desdejaneiro, o espaço conta com um núcleo do Agita Petrópolis com aulas de futsal. O programa atende 60 crianças e adolescentesda localidade com turmas nas categorias sub-12 e 15.

Segundo João Nascimento, morador do Pedras Brancas, a quadra reformada é importante para o lazer dos jovens. “Esse é um espaço com segurança para as nossas crianças praticarem algum esporte, saindo das ruas e da violência. O esporte é uma ferramenta que pode mudar a realidade de um jovem, abrir um novo caminho, por isso a quadra é essencial para o nosso bairro”, disse.

A reforma da quadra no Morin aconteceu a partir de uma emenda de R$ 487,5 mil e contrapartida de R$150 mil (R$637,5 mil). Ela começou no início de 2016 e foi paralisada alguns meses depois por falta de pagamento de R$ 3,1 mil pela gestãopassada. O município honrou o pagamento e permitiu a retomada da obra. A inauguração para a comunidade aconteceu emjaneiro deste ano.

Segundo Leandro Kronemberger, superintendente de Esportes e Lazer, a cidade deve ganhar novos projetos sociais embreve. “O esporte é o maior aliado da saúde e do bem-estar e a prática deve ser incentivada desde a infância. O Programa Segundo Tempo será a próxima novidade, atendendo a
400 crianças em quatro bairros da cidade”, disse.

Além dessas, serão reformadas as quadras do Amazonas, Vila São José, Comunidade Oswaldo Cruz, Comunidade doAlemão e Vale do Carangola. Entre as intervenções previstas estão melhoria de pisos, vestiários, troca de telas, traves, redes e, em alguns casos, construção de coberturas. Essas obras vão trazer melhorias nos equipamentos usados diretamente para cercade 15 mil pessoas.

“A gente espera pela cobertura da quadra há mais de 10 anos”, afirmou o presidente da Associação de Moradores da Oswaldo Cruz, Reinaldo Santos, dizendo ainda que as melhorias irão permitir o retorno de projetos sociais de basquete e de vôlei. “Depois da reforma, temos a intenção de aproveitar e trazer projetos de outros esportes também. Será um grande marco para a nossa comunidade”, disse.



Edição anterior (1672):
domingo, 09 de junho de 2019
Ed. 1672:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1672): domingo, 09 de junho de 2019

Ed.1672:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior