Edição anterior (1451):
quarta-feira, 31 de outubro de 2018
Ed. 1451:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1451): quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Ed.1451:

Compartilhe:

Voltar:


  Polícia
 

Mais de R$ 3 milhões em produtos falsos são apreendidos

Uma operação realizada por policiais civis da Delegacia de Repressão aos Crimes Contra a Propriedade Intelectual (DRCPIM), nomeada "Serra Original",  apreendeu cerca de quatro toneladas de produtos falsos e contrabandeados na Rua Teresa, nessa terça-feira (30). A mercadoria apreendida foi  avaliada em aproximadamente R$ 3 milhões, afirmou o delegado Maurício Demetrio.

As equipes vistoriaram cerca de 35 lojas ao longo da Rua. A ação foi desencadeada depois que as investigações concluíram que havia no local a venda e distribuição de produtos falsificados. Entre o material de origem ilícita confiscado pelos agentes estão roupas, calçados e etiquetas de marcas.

Os agentes confiscaram  material de origem ilícita, entre roupas, calçados e etiquetas de marcas.

"A operação reforça a diretriz de combater a pirataria tanto no comércio ilegal, como no estabelecido, disfarçado de "legal", disse o delegado Maurício Demétrio, titular da Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Propriedade Imaterial, a veículos de imprensa da capital.

Em julho, mandados de busca e apreensão foram cumpridos na Rua Teresa e Feirinha de Itaipava

Na madrugada do dia 20 de julho, a Polícia Civil deflagrou a operação "patéia", com o objetivo de investigar crime de extorsão e associação criminosa na Feirinha de Itaipava e na Rua Teresa.  Foram cumpridos três mandados de busca e apreensão.

Segundo a delegada da 106ª Delegacia de Polícia, Juliana Ziehe, a investigação começou após denúncias de que proprietários de boxes na Feirinha de Itaipava e lojas da Rua Teresa estariam sendo obrigados a pagar cerca de R$ 200 por semana para que continuassem funcionando e comercializando os  produtos piratas.

Ainda de acordo com a polícia, em uma loja situada na Rua Teresa, foram apreendidos aproximadamente R$50 mil em mercadoria pirata, telefones celulares; dinheiro em espécie; cartões de crédito e farto material de pirataria.



Edição anterior (1451):
quarta-feira, 31 de outubro de 2018
Ed. 1451:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1451): quarta-feira, 31 de outubro de 2018

Ed.1451:

Compartilhe:

Voltar:


Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior