Edição anterior (1669):
quinta-feira, 06 de junho de 2019
Ed. 1669:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1669): quinta-feira, 06 de junho de 2019

Ed.1669:

Compartilhe:

Voltar:


  Artigos

Dr. Divany Figueiredo Coutinho

 


 Mauro Muniz Peralta –

presidente do Sindicato

dos Médicos

 

Na terça-feira, dia 4 de junho, às 11h, o Dr. Divany Figueiredo Coutinho partiu ao encontro do Criador. Nasceu em Itaocara em 20 de abril de 1926, porém, é petropolitano desde 1950 quando veio para nossa cidade ao terminar o curso de medicina com brilhantismo na Universidade Federal Fluminense, em Niterói, e o curso de especialização em pediatria ministrado pelo Prof. Flávio Lombardi, no Rio de Janeiro. Recebeu o título de Cidadão Petropolitano somente em 1978, mas, para todos nós é cidadão petropolitano desde o seu nascimento, pois aqui nasceram e foram magistralmente educados seus 10 filhos. Todos formados em Faculdades, mostrando a grandeza do pai que tinham.

Nosso querido doutor trabalhou no antigo IAPI, depois transformado em INAMPS, por mais de 35 anos atendendo milhares de crianças. Tinha também consultório particular no edifício Arabela e depois em magnífica clínica no Valparaíso, perto do Terra Santa. A todos atendia igualmente fossem filhos de ministros, prefeitos ou gente bem humilde. Mesmo depois de ficar idoso continuava com seu modo caridoso, atendendo gratuitamente crianças do educandário Terra Santa que fica perto da sua clínica.

Dr. Divany tinha a pediatria no sangue, pois amava as crianças e lutava por elas. Seu sentimento religioso, católico praticante, o fazia saber que a gente é muito mais feliz dando do que recebendo, como ensinou Jesus.

Recebeu inúmeras homenagens e honrarias da Câmara de Vereadores de Petrópolis. Em 1965 presidiu a Associação Médica de Petrópolis e, em 1979, foi eleito por seus pares como médico do ano. Também em 1979, no dia 21 de abril recebeu a Comenda Tiradentes da Assembleia Legislativa do Estado do Rio de Janeiro. Sua maior homenagem, no entanto, era o reconhecimento e o carinho que recebia dos petropolitanos das três gerações que cuidou e minorou o sofrimento.

Fundou, juntamente com outros 19 médicos, as cooperativas UNIMED, UNICRED e USIMED. Na UNIMED, juntamente com os outros fundadores, trabalhou durante dois anos sem nada receber para capitalizar a Empresa. Foi também fundador do Sindicato dos Médicos. Nunca quis ser político, porém, quando da inauguração da Estação de Tratamento de Esgoto, em 1998, era um dos mais felizes, pois sabia que o tratamento sanitário diminuiria as verminoses e hepatites tão comuns na época em Petrópolis.

Com seu pai já muito idoso nunca deixou de visitá-lo todos os dias para saber se estava tudo bem, pedir sua benção e poder abraçá-lo, cumprindo sua obrigação de homem, filho e religioso.

Nosso reconhecimento a sua família, seus 10 filhos, começando pelos médicos, meu amigo Carlos Henrique o Caíque, Serginho, Maria Beatriz, Maria Luiza, Diva Helena, Lucia Maria, Paulo Francisco, Vera Regina, Divany e Eduardo.

Dr. Divany Figueiredo Coutinho, muito obrigado por nos ensinar que viver também é ajudar ao próximo. Seu exemplo é um guia para gerações de petropolitanos.



Edição anterior (1669):
quinta-feira, 06 de junho de 2019
Ed. 1669:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1669): quinta-feira, 06 de junho de 2019

Ed.1669:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior