Edição anterior (1733):
sexta-feira, 09 de agosto de 2019
Ed. 1733:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1733): sexta-feira, 09 de agosto de 2019

Ed.1733:

Compartilhe:

Voltar:


  Diário Comunidades

Moradores da Rua Jorge Justen, no Bingen, pedem por melhorias

A estreita ponte de acesso e a falta de serviços como capina e manutenção viária estão entre as reclamações

Antônio Reuther

 

A manutenção da Rua Jorge Justen, no Bingen, é algo solicitado pelos moradores há bastante tempo. Buracos no asfalto, mato em excesso e o estado ruim da ponte de acesso à via, são as questões que ilustram a situação atual da rua que, segundo uma moradora, encontra-se abandonada.

A moradora informou que a ponte, que liga a Rua Jorge Justen e a Rua Doutor Paulo Hervé, é muito estreita para o grande movimento que existe no local atualmente. De acordo com ela, a colocação de um mercado no trecho colaborou para o aumento do trânsito de veículos pesados, o que torna a ponte perigosa.

- A rua cresceu muito com a construção de novos condomínios e também com o mercado. A ponte está péssima. A Prefeitura deveria ter obrigado o mercado a fazer uma ponte mais larga. Ela é a parte de acesso à rua e está muito estreita e avariada. Passam muitos caminhões, inclusive, do próprio mercado por ela – disse.

A moradora ainda comentou sobre o estado da própria rua. A mesma disse que o local está completamente abandonado, com muitos buracos, falta de capina e trechos sem calçadas para trânsito de pedestres.

- Além da ponte, a própria rua está completamente abandonada. Tem mato crescendo para todo lado e via está toda esburacada e desnivelada. Sem obras de infraestrutura, que acompanhem o crescimento da via, a tendência é só piorar. Tem até alguns trechos em que não há nenhuma calçada pra pedestres, tendo que andar pelo meio da rua – contou.

 Além disso, ainda de acordo com a residente, um dos moradores cercou parte da rua como sendo terreno seu. O fato tem prejudicado os motoristas, visto que a via é de mão dupla, mas com a ocupação, fica estreita.

- Um morador cercou parte da rua como sendo terreno seu, fazendo a mesma ficar ainda mais estreita e até um pouco perigosa. Não sei se isso é direito dele ou não, mas acabou prejudicando muito os moradores que precisam de espaço para a passagem de dois carros, visto que é uma via de mão dupla – completou.

A Prefeitura disse que a Rua Jorge Justen está incluída novamente na programação das equipes da Secretaria de Obras, e que a Comdep realizou a capina no mês de julho na rua, mas voltará a incluir o local na programação de serviços das equipes operacionais.

Quanto à ponte, a Secretaria de Obras vai analisar a necessidade de intervenções no trecho.

 



Edição anterior (1733):
sexta-feira, 09 de agosto de 2019
Ed. 1733:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1733): sexta-feira, 09 de agosto de 2019

Ed.1733:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior