Edição anterior (2248):
terça-feira, 05 de janeiro de 2021
Ed. 2248:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2248): terça-feira, 05 de janeiro de 2021

Ed.2248:

Compartilhe:

Voltar:


  Diário Comunidades

 Moradores do Brejal reclamam de infestação de moscas

Abaixo-assinado está sendo feito para pedir soluções para o problema

Wellington Daniel

Moscas para todo o lado. Não é cena de um filme de terror ou ficção científica, essa é a visão que moradores do Brejal, na Posse, estão tendo todos os dias em suas próprias casas. E não é porque as residências estão sujas, é por causa de um problema na localidade. A situação já se arrasta há meses e, até agora, nada foi resolvido.

São tantas moscas varejeiras que os moradores já não aguentam mais. Devido a falta de soluções, um abaixo-assinado está sendo feito para pedir que sejam apuradas a responsabilidade e origem da infestação. Até ontem (4), mais de 100 assinaturas já tinham sido recolhidas.

Para o morador Flávio Gonçalves, de 43 anos, o problema está relacionado ao funcionamento de uma granja na localidade. Ele lembra que a situação já foi mostrada pela imprensa, mas nada ainda foi resolvido. No Diário, por exemplo, uma matéria sobre o problema foi publicada na edição do dia 15 de setembro.

- Está um surto enorme de mosca, não tem ideia de como está nos atrapalhando. Se for picar um frango na pia, é questão de minutos, até que está rodeado de mosca. Já saíram matérias na mídia, mas nada ainda foi resolvido. É coisa muito triste, a pessoa vai arrumar um prato de comida para almoçar e vem mosca em cima – disse.

Procurada, a Prefeitura informou que a Vigilância Ambiental já esteve no local investigando a infestação e identificou uma granja como origem do foco. De acordo com a nota, os responsáveis pelo espaço, que vendem estrume para adubo orgânico, receberam todas as orientações necessárias, como a utilização de larvicidas ou alterações no manejo das aves.

A Prefeitura também disse que acionou o Núcleo de Defesa Agropecuária, da Secretaria de Estado de Agricultura e Pecuária. O órgão, que é o fiscalizador, já teria visitado a granja duas vezes. Em um terceiro contato, feito diretamente com o proprietário, foi informado que as devidas providências seriam tomadas para sanar o problema.



Edição anterior (2248):
terça-feira, 05 de janeiro de 2021
Ed. 2248:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2248): terça-feira, 05 de janeiro de 2021

Ed.2248:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior