Edição anterior (1639):
terça-feira, 07 de maio de 2019
Ed. 1639:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1639): terça-feira, 07 de maio de 2019

Ed.1639:

Compartilhe:

Voltar:


  Diário Comunidades

Moradores do Caetitu reclamam da falta de manutenção das ruas

Antônio Dantas – especial para o Diário


 Quem passa pela Estrada Nossa Senhora do Sion, próxima ao ponto final do Caetitu, em Corrêas, deve ter atenção redobrada, principalmente durante a noite. A falta de tampas em bueiros e ausência de iluminação pública no local são os principais problemas que incomodam os moradores e aumentam os riscos de acidentes, visto que, além dos veículos que transitam pelo local, há também a passagem de pedestres, incluindo crianças.

 Uma moradora da rua informou que as tampas dos bueiros foram roubadas e que os próprios residentes tiveram de improvisar na sinalização do buraco. Além disso, disse que a passagem de crianças no local é frequente, o que gera bastante preocupação por parte dos pais, e que fica difícil de enxergar quando o sol se põe.

-Durante noite fica realmente muito escuro, um breu total. Fica muito difícil enxergar alguma coisa. Eu e meu marido colocamos galhos no buraco para sinalizar, pois quem passar despercebido por aqui tem grande risco de se acidentar. O transporte escolar não sobe a rua inteira e deixa as crianças no ponto final, fazendo com que elas tenham de subir a via a pé e passar por esses buracos. Isso preocupa demais a gente – disse a moradora.

Além da falta de iluminação publica e a falta de tampas nos bueiros, a moradora criticou a ausência de um poste próximo ao local, e informou que a distância do registro de água em relação às casas é bem grande. A mesma contou também as dificuldades que as grandes distâncias causam para os residentes.

-Não tem nenhum poste perto e o nosso registro de água fica muito distante. Nós temos que passar os fios pelo mato, e tudo fica embolado nas árvores. Quando precisamos de água, temos que puxar a borracha de uma distancia muito grande. Aqui é um lugar onde passam cavalos e, muitas vezes, acabam amassando ou arrebentando a mangueira, dando muito trabalho para consertar – criticou

Foi informado que a população fará um abaixo assinado para que as questões citadas anteriormente sejam resolvidas.

Em 2015 foi realizada uma obra  no Caetitu, cujo objetivo era providenciar a pavimentação de diversos trechos, porém os moradores ainda reclamam a respeito do estado das ruas da comunidade.

Até o fechamento desta edição, a Prefeitura não respondeu aos questionamentos feitos pelo Diário. Já a Enel Distribuição Rio informou que uma equipe técnica estaria a caminho do local mencionado para avaliar o caso e tomar as medidas necessárias.



Edição anterior (1639):
terça-feira, 07 de maio de 2019
Ed. 1639:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1639): terça-feira, 07 de maio de 2019

Ed.1639:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior