Edição anterior (1762):
sábado, 07 de setembro de 2019
Ed. 1762:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1762): sábado, 07 de setembro de 2019

Ed.1762:

Compartilhe:

Voltar:


  Segurança
Moradores do RJ acreditam em leis mais duras e penas mais longas como solucão para seguranca, revela pesquisa

Em levantamento do IFec RJ, fluminenses apontam ainda outras soluções, como geração de empregos, combate à corrupção e mais

Estudo do Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises (IFec RJ) revela que 18,4% dos fluminenses consideram que aprovar leis mais duras e penas mais longas a criminosos é a melhor solução para melhorar a segurança pública do estado. Já 12,6% dos entrevistados acreditam que a melhor seria aumentar as verbas para saúde e educação; e 11,6% combater a corrupção.

Quando convidado a escolher uma segunda melhor opção, a aprovação de leis mais duras e penas mais longas a criminosos também foi a mais citada entre os pesquisados (12,4%). A terceira melhor opção apontada foi gerar mais empregos para a população (14,6%).

Na lista, aparecem também soluções que envolvem a polícia. Por exemplo, 23,6% colocaram a melhoria das condições de trabalho dos policiais com novas viaturas, armas potentes e delegacias e postos policiais bem equipados como a primeira, segunda ou terceira melhor alternativa para resolver o problema da criminalidade. Além disso, 17,8% apontaram a integração entre as polícias estadual e federal como opção; enquanto 15,2% acreditam que seja colocar mais policiais na rua; e 14,6% optaram pelo melhor treinamento e qualificação dos policiais.

Outras opções que também são citadas pelos cidadãos são: implementar mais programas de primeiro emprego para jovens (28,2%); combater o tráfico de drogas (22,2%); e dar mais opções de lazer e atividades para as crianças de 7 a 14 anos fora do horário escolar (18,2%). Além disso, 90,6% da população se disse a favor de programas para crianças fora do período escolar.

Além disso, quando perguntados sobre soluções para o problema da violência, 61,8% dos entrevistados optaram pela resposta “a melhor solução para a criminalidade e a violência é prestar mais atenção sobre a condição de vida da população, porque sem moradia, saúde, educação e emprego, o jovem sempre vai ver o crime com uma das únicas opções para melhorar sua vida.”

Por outro lado, 32,8% responderam acreditar que o melhor é “uma política de segurança pública forte com policiais mais inteligentes e mais bem pagos, leis e punições mais severas e muito mais presídios de segurança máxima”.

As duas opções não agradaram a 3,4% dos entrevistados, que acreditam em outras soluções. E outros 2% optaram por não responder.

A pesquisa ouviu 500 cidadãos fluminenses, entre os dias 5 e 8 de agosto.

 



Edição anterior (1762):
sábado, 07 de setembro de 2019
Ed. 1762:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1762): sábado, 07 de setembro de 2019

Ed.1762:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior