Edição anterior (1643):
sábado, 11 de maio de 2019
Ed. 1643:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1643): sábado, 11 de maio de 2019

Ed.1643:

Compartilhe:

Voltar:


  Diário Comunidades

Moradores questionam se prazo da obra na Rua Atílio Marotti será cumprida      

Antônio Dantas – especial para o Diário

O que revolta os moradores do Atílio Marotti são os diversos problemas do bairro que não são resolvidos. A Rua Atílio Marotti, por exemplo, desabou no início do ano passado e está recebendo reparos desde então, porém, após um ano e quatro meses do acontecimento e do andamento das obras, os moradores questionam se o prazo imposto pela Prefeitura será cumprido.

O desabamento da rua ocorreu devido a uma rede de esgoto que estourou e danificou não só a via, como também a casa de um dos moradores. Um exemplo é a casa de uma costureira, que teve parte de sua garagem derrubada. Devido ao transtorno e a impedição da passagem de veículos, foi feita uma rua de emergência.

Uma moradora do bairro informou que a Prefeitura deu o prazo até o final de maio para que a obra termine, mas questiona se realmente será cumprido o prazo. Além disso, contou que a rua de emergência é perigosa, visto que já ocorreram acidentes na mesma.

-A Prefeitura disse que a obra vai terminar até o final de maio, e, mesmo não acreditando muito, torcemos para que o prazo se cumpra. O que nos resta é cobrar para que este seja cumprido. A rua de emergência é muito perigosa. Já tiveram muitas batidas nela. Eu mesma já me acidentei com meu amigo no local - disse

Outra questão que gera a revolta da população da região é o mau cheiro que fica por conta da rede de esgoto que passa por perto. A mesma moradora criticou o descaso do poder público com o bairro e disse que, assim como muitos bairros da cidade, o Atílio Marotti não recebe a atenção que precisa da Prefeitura.

-O mau cheiro da rede de esgoto acaba indo para dentro da casa das pessoas. É um absurdo e um descaso total com a população do Atílio Marotti – criticou.

Foi informado pelo Tesoureiro da Associação de Moradores do Atílio Marotti, que neste sábado (11) será realizada uma vistoria juntamente com a executiva da Associação para ver se são encontradas irregularidades.

Indagada sobre o caso, a Prefeitura disse que a obra de recuperação da Rua Atílio Marotti segue avançando. O muro de contenção, que foi concretado em meados de abril, está fase final de cura (secagem). Seis de 22 tirantes – estruturas que farão a contenção da rua – já estão posicionados e outros seis estão sendo colocados. Paralelo a isso, já está sendo preparada a execução do serviço de reconstrução do sistema de drenagem do local. A prefeitura trabalha para que a obra seja concluída no menor prazo possível.

 

 

 

 



Edição anterior (1643):
sábado, 11 de maio de 2019
Ed. 1643:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1643): sábado, 11 de maio de 2019

Ed.1643:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior