Edição anterior (2052):
terça-feira, 23 de junho de 2020
Ed. 2052:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2052): terça-feira, 23 de junho de 2020

Ed.2052:

Compartilhe:

Voltar:


  Diário Comunidades

Moradores reclamam da falta de manutenção na Estrada do Juruá

Descarte irregular de lixos e más condições da via são alguns problemas do local

Camila Caetano – especial para o Diário

 As irregularidades encontradas em alguns locais de Petrópolis é um dos problemas que assombram a realidade de muitos moradores, sobretudo da Posse, em que diversos bairros do distrito carecem de manutenções. Um desses é a Estrada do Juruá, que sofre com o descarte irregular de lixos e entulhos, más condições das vias e das lixeiras do local, há pouco mais de um ano.

Segundo informações fornecidas por moradores, a primeira ocorrência, acontece num local que tem como ponto de referência, a casa do cabeleireiro Lucas. O tráfego naquela região se torna muito difícil, pois alguns paralelepípedos que compõem a via estão soltos, e atrapalham a circulação pela mesma.

Na região próxima ao Bar do Valdecir, é onde acontecem os descartes irregulares. Algumas pessoas jogam lixos, terras e entulhos por ali, e, muitas vezes, os resíduos acabam descendo o barranco e atingindo a outra parte do local. Além do mais, as lixeiras públicas de lá carecem de manutenções, visto que estão podres e não conseguem comportar os lixos.

- Os paralelepípedos daqui estão soltando e existem muitos buracos nas estradas. Além disso, quase todas as lixeiras daqui estão podres e precisam de manutenção, pois os lixos caem na rua – disse Thiago Maciel, um morador do local. Ele continuou:- os descartes irregulares também acontecem próximo a casa do “Barrão". As pessoas jogam os lixos pela rua de cima e ele desce. Da última vez que passei por ali, fui tirando algumas pedras e paralelepípedos do meio do caminho – ressaltou.

A equipe regional da prefeitura na Posse disse que fez remoção de entulho na Estrada do Juruá na semana passada. Ainda assim, voltará a incluir o local na programação para receber o serviço. A regional também está providenciando o reparo na lixeira e no calçamento do local. 

Vale lembrar que o despejo de restos de obras, mato, móveis e eletrodomésticos sobre ruas e calçadas é proibido pelo Código de Posturas do município. A destinação correta é levar o material para o aterro de Pedro do Rio. Quem for flagrado cometendo a irregularidade é intimado a fazer a remoção imediata e recebe multa de R$ 800.
A população pode ajudar a coibir o descarte irregular de entulho denunciando os casos para a Fiscalização de Posturas pelo telefone 2246-9043. A Fiscalização de Posturas irá ao local para identificar os responsáveis pela irregularidade.

A Comdep oferece o serviço de recolhimento gratuito de até 20 sacos de entulho por meio do serviço Disque Entulho – os agendamentos podem ser feitos pelo telefone 2243-7822.



Edição anterior (2052):
terça-feira, 23 de junho de 2020
Ed. 2052:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2052): terça-feira, 23 de junho de 2020

Ed.2052:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior