Edição anterior (1955):
quarta-feira, 18 de março de 2020
Ed. 1955:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1955): quarta-feira, 18 de março de 2020

Ed.1955:

Compartilhe:

Voltar:


  Saúde
 

Movimento nos supermercados aumenta consideravelmente

Empresas afirmam que não há problemas com abastecimento

Wellington Daniel

Durante a manhã e à tarde de ontem (17), vários supermercados do Centro registraram lotação. Alguns consumidores buscavam comprar comida para estoque, devido ao medo da pandemia de coronavírus. Os estabelecimentos dizem que não há problemas com abastecimento.

Dentre os consumidores que procuravam se precaver, estava a dona de casa Gabriela Gonçalves, de 27 anos. Ela afirma que há, pelo menos, sete pessoas na sua casa. Por isso, estava preocupada com os desdobramentos da pandemia.

- Estou me garantindo, tenho medo de acabar os alimentos e não termos para onde correr. A família é grande e preciso garantir. Os preços de alimento não variaram muito, mas já estou percebendo a falta de alguns alimentos – explicou.

Na contramão do pensamento de Gabriela, três que moram em uma república buscavam comprar apenas o necessário. Para eles, este não é um momento de estocar alimento, para que não falte para outros. Apesar disso, compraram uma quantidade suficiente para a semana, para seguirem a recomendação de não sair de casa.

- Já precisávamos fazer as compras. Não estamos comprando tudo o que tem no mercado ou querendo estocar. Moramos em uma república e por isso o carrinho fica cheio. Já viríamos no mercado, mas não está tendo estoque, até porque é injusto com quem não tem capacidade financeira para estocar comida e vai acabar faltando para quem não consegue comprar – afirmou a médica Gabriela Noel Ratto, de 24 anos acompanhada dos estudantes Paula Sato, 28, e Rafael Oliveira Lopes, 21.

Estabelecimentos

Os estabelecimentos afirmam que o abastecimento está normal. O Terê Frutas divulgou nas redes sociais que todos os cuidados estão sendo tomados nas lojas, tanto com os colaboradores quanto com os clientes. A rede também informou que os estoques estão abastecidos, mas pediu para o consumidor lembrar de levar apenas o necessário.

O Armazém do Grão também afirmou que está reforçando os estoques nas lojas e realizando promoções de produtos essenciais pelo e-commerce (comércio online) da rede. De acordo com o estabelecimento, o abastecimento é normal em todas as lojas e as mercadorias chegam normalmente no depósito. O Armazém também deve receber carregamento de álcool em gel amanhã, assim como outros supermercados do estado.



Edição anterior (1955):
quarta-feira, 18 de março de 2020
Ed. 1955:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1955): quarta-feira, 18 de março de 2020

Ed.1955:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior