Edição anterior (2055):
sexta-feira, 26 de junho de 2020
Ed. 2055:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2055): sexta-feira, 26 de junho de 2020

Ed.2055:

Compartilhe:

Voltar:


  Covid-19

MPs recomendam suspensão de retomada de mais atividades

Liberação deve ser freada até resultado da ampliação de testes

Jaqueline Ribeiro - especial para o Diário

Considerando que a quantidade de testes aplicados na cidade ainda é baixa, de acordo com as orientações da Organização Mundial de Saúde (OMS), a procuradora da República Vanessa Seguezzi e a promotora  de Justiça Vanessa Katz recomendaram que o município suspenda a liberação de quaisquer outras atividades das linhas amarela e laranja. Durante a reunião a prefeitura havia manifestado a intenção de liberar a partir da próxima segunda-feira (29.06) a retomada de atividades de templos religiosos, mediante a adoção de diversas medidas de adequação. Questionada pelo Diário se pretende manter a retomada apesar da recomendação dos MPs, a assessoria de Comunicação da prefeitura informou que "não existe nenhuma definição sobre o tema, que ainda está em análise pelos órgãos responsáveis", diz a nota.

A recomendação para frear as retomada acontece uma vez que os MPs consideram que  a baixa quantidade de testes aplicados até o momento (considerando o parâmetro ideal testagem de 50 a 60 testes por 1000 habitantes), os dados referentes à taxa de incidência, taxa de contágio e até mesmo a taxa de letalidade tendem a não ser fidedignos.  - O que nos traz pouca segurança quanto à velocidade da flexibilização do distanciamento social - dizem as representantes dos MPs na ata.

Os MPs requisitaram que a prefeitura elabore um  inquérito sorológico por amostragem, abrangendo todo o território municipal e percentual mínimo a ser definido, devendo a estratégia de testagem ser remodelada para atender tal finalidade. Os MPs consideram que a liberação para novas atividades deverá ser feita somente após a  apresentação e discussão do inquérito sorológico.

A ata aponta que os MPs registraram  que, sem um conhecimento mais apurado das taxas, o impacto da retomada das atividades das linhas amarela e laranja, por si só, já pode ser capaz de elevar subitamente a taxa de ocupação dos leitos de UTI nas próximas semanas.

De acordo com os MPs, a retomada do funcionamento da Feirinha de Itaipava, prevista para o próximo domingo (28.06) está mantida, uma vez que as atividades do espaço já fazem parte do setor de vestuário, já liberado.  



Edição anterior (2055):
sexta-feira, 26 de junho de 2020
Ed. 2055:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2055): sexta-feira, 26 de junho de 2020

Ed.2055:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior