Edição anterior (1707):
domingo, 14 de julho de 2019
Ed. 1707:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1707): domingo, 14 de julho de 2019

Ed.1707:

Compartilhe:

Voltar:


  Internet

Número de assinantes de banda larga cresce 20% em um ano

Setor segue com bom desempenho na cidade, de acordo com informações da Anatel

Philippe Fernandes


 Dados divulgados pela Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) mostram que Petrópolis fechou os primeiros cinco meses do ano com 79.459 acessos à banda larga. O número representa um crescimento de 20,23% na comparação com o mesmo período do ano passado, quando havia 66.088 ligações de internet de alta velocidade. Os números são mais expressivos que os registrados nacionalmente, uma vez que a expansão das conexões no Brasil foi da ordem de 5,49% no mesmo período - há mais de 31 milhões de conexões em todo o país.

Somente de janeiro a maio, foram instalados 7.026 novos pontos de internet no município. O segmento cresce de forma ininterrupta desde outubro do ano passado.

Em todo o país, de acordo com a Anatel, o tipo de internet mais utilizado pelos consumidores é o de cabos metálicos, correspondendo a 12,1 milhões dos internautas (38,2%). Em seguida, outros 9,6 milhões de brasileiros têm acesso à internet por meio de cabo ccoaxial (30,4%); e outros 7,3 milhões (23%) se conectam através de fibra óptica. Outros 2,2 milhões de pessoas (6,9%) têm internet via rádio; 296 mil utilizam internet banda larga via redes 4G (0,9%); e outros 206 mil (0,6%), via satélite.

Quando se fala em velocidade, a maior parte (31,1%) têm conexões que variam entre 2 Mbps a 12 Mbps, seguida por conexões superiores a 34 Mbps (27,1%); entre 12 Mbps e 34 Mbps (25,9%); 512 kbps a 2 Mbps (14,7%); e até 512 kbps (1,3%).

Quando a análise leva em conta o percentual dos municípios com banda larga fixa no país, ainda é possível perceber a distorção social e tecnológica entre as regiões do Brasil. As regiões Sul e Sudeste têm mais de 45% de conexões, com São Paulo (67,7%) e Santa Catarina (63,8%) se destacando neste quesito. O Rio de Janeiro tem 55,5% dos domicílios com conexão de banda larga. No Nordeste, porém, a situação é pior: na Bahia, apenas 20,7% dos domicílios têm conexão de alta velocidade; em Pernambuco, esse índice diminui ainda mais, chegando a 19,1%. A pior situação é a do Maranhão, onde apenas 14,4% das casas têm banda larga.



Edição anterior (1707):
domingo, 14 de julho de 2019
Ed. 1707:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1707): domingo, 14 de julho de 2019

Ed.1707:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior