Edição anterior (1787):
quarta-feira, 02 de outubro de 2019
Ed. 1787:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1787): quarta-feira, 02 de outubro de 2019

Ed.1787:

Compartilhe:

Voltar:


  Acidente

Número de vítimas de acidentes de trânsito aumenta em setembro

Colisões envolvendo motos são as mais frequentes na cidade

Leticia Knibel - especial para o Diário

Dados da Sala de Trauma do Hospital Santa Teresa divulgados nesta terça-feira (1) revelam que o número de atendimentos envolvendo vítimas de acidentes de trânsito aumentou 3,5% em comparação com o mês de agosto.

O índice refere-se ao ocorrências de atropelamento, moto e carro. Ao todo, foram atendidas 104 vítimas no mês de setembro, quando, no período anterior foram 90. Tanto as encaminhadas pelo SUS quanto as por convênios.

Ainda com base no dados da Sala da Trauma, os principais socorridos são aqueles envolvidos em acidentes de moto, sendo a maioria homens, tendo o primeiro atendimento feito pelo Corpo de Bombeiros.

Apesar do número total de atendimentos ter diminuído em setembro (135), em comparação com agosto (140), o índice de pacientes socorridos e internados, envolvidos em acidentes de trânsito revela a imprudência da população, principalmente quando há vítimas fatais.

Como o caso da morte de Rogério Ferreira de Oliveira teve a motocicleta que pilotava atingida por um caminhão e um carro no início de setembro, na Estrada União e Indústria, próximo ao Terminal Corrêas. Na ocasião, a vítima foi encaminhada em estado grave para o Hospital Santa Teresa em estado grave. Após duas semanas de internação na unidade, Oliveira não resistiu aos ferimentos e morreu no último dia 25.

O Anuário Estatístico de Acidentes de Trânsito, referente a 2018, mostra que apesar das motocicletas representarem 17,1% da frota no município, os acidentes com este tipo de veículo são quase 1/3 do total registrado na cidade. Os números de vítimas fatais são ainda maiores e representam 50% do total, ou seja, de 26 mortes registradas no ano passado, 13 foram de vítimas de acidentes com esse modal.

Vale ressaltar que o dado o Anuário Estatístico de Acidentes de Trânsito consolida os números relativos aos acidentes de trânsito que ocorrem ao longo dos 12 meses de 2018 e reúne informações do Corpo de Bombeiros, PMERJ e Secretaria Municipal de Saúde. O documento apresenta redução no número de vítimas fatais comparado ao ano anterior: enquanto em 2017 foram registrados 42 óbitos em Petrópolis, em 2018 esse número caiu 38,1%, totalizando 26 mortes.

 



Edição anterior (1787):
quarta-feira, 02 de outubro de 2019
Ed. 1787:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1787): quarta-feira, 02 de outubro de 2019

Ed.1787:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior