Edição anterior (1761):
sexta-feira, 06 de setembro de 2019
Ed. 1761:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1761): sexta-feira, 06 de setembro de 2019

Ed.1761:

Compartilhe:

Voltar:


  Acidente

Número de vítimas na violência do trânsito aumenta 16%


 Neste ano, mais de 700 pessoas já se feriram de forma moderada ou grave, segundo hospital

Philippe Fernandes

A quinta-feira (5) foi marcada, mais uma vez, por acidentes de trânsito. Em Corrêas, um carro e uma moto colidiram por volta de 6h50, na Estrada União e Indústria, à altura da entrada do Castelo São Manoel. Meia hora depois, um homem perdeu o controle de sua moto e caiu na Rua Coronel Albino Siqueira, no Alto da Serra. À tarde, o caso mais grave do dia: dois carros se chocaram na Estrada da Saudade, por volta de 17h20, e uma criança se feriu. Os três casos refletem o recrudescimento da violência no trânsito em Petrópolis, reforçado ontem pelos dados da Sala de Trauma do Hospital Santa Teresa.

A unidade é a única do município referenciada para casos de média ou alta gravidade. Em agosto, 89 pessoas foram levadas para a unidade, resultando em uma média de três vítimas por dia. Foram sete casos a mais que julho, invertendo tendência de queda. Quando se analisa o ano de 2019, os resultados são ainda mais impressionantes: o HST atendeu 720 vítimas no trânsito. Isso quer dizer que houve 100 atendimentos a mais que nos oito primeiros meses do ano passado, um crescimento da ordem de 16%.

Acidentes de moto são mais de 50% do total

Mais uma vez, o maior número de ocorrências foi relacionado às motocicletas. Houve 53 acidentes envolvendo motos, 26% a mais do que no ano passado. Também aumentou o número de atropelamentos: houve nove no oitavo mês do ano, contra seis do período anterior. Os acidentes de carro, por outro lado, foram os únicos que caíram durante o mês passado: em agosto, foram 27, contra 34 em julho (20% a menos). nove pessoas atropeladas.

No caso das motocicletas, o alto índice de acidentes chama a atenção: mais de 53% do total de vítimas foram levadas após incidentes envolvendo este tipo de veículo - 382 dos 720 casos. Na comparação com o ano passado, os acidentes com este tipo de veículo também cresceram, uma vez que, no mesmo período do ano passado, houve 295 casos, 22% a menos.



Edição anterior (1761):
sexta-feira, 06 de setembro de 2019
Ed. 1761:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1761): sexta-feira, 06 de setembro de 2019

Ed.1761:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior