Edição anterior (1551):
sexta-feira, 08 de fevereiro de 2019
Ed. 1551:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1551): sexta-feira, 08 de fevereiro de 2019

Ed.1551:

Compartilhe:

Voltar:


  Obras

Obra de reconstrução da União e Indústria é adiada de novo

Lançamento de edital estava previsto para janeiro, mas deve ser lançado apenas em abril

 

Após prever para janeiro o lançamento da licitação para as obras de recuperação de 25 quilômetros da Estrada União e Indústria, no trecho entre Roseiral e Pedro do Rio, o Departamento Nacional de Infraestrutura e Transporte (Dnit) deu novo prazo: agora, o edital deve sair apenas no mês de abril. A informação foi passada pelo diretor de Infraestrutura Rodoviária do Dnit, Adriano Sousa, ao prefeito Bernardo Rossi, de acordo com informações da Coordenadoria de Comunicação Social da Prefeitura.

A reforma se arrasta há quase uma década. Uma determinação judicial obrigou o Dnit a recuperar a estrada, em 2009. No entanto, o projeto não foi executado, e o órgão foi multado em R$ 14 milhões. Em 2011, o projeto executivo chegou a ser feito, mas não houve continuidade. Em 2016, houve licitação, mas a empresa vencedora e a segunda colocada desistiram da obra. O projeto está orçado em R$ 40 milhões e será tocado pelo governo federal, prevendo pavimentação, sinalização e melhorias na drenagem de todo o trecho, que vai do início da estrada até Pedro do Rio. A Prefeitura anunciou que irá realizar, durante a obra, intervenções como a construção de baias de ônibus e alargamentos na pista, em alguns trechos.

Apesar das promessas não cumpridas pelo governo federal ao longo de todo este tempo no que se refere à União e Indústria, o prefeito, que participou de reunião com o diretor de Infraestrutura Rodoviária do Dnit em Brasília, disse que houve "muitos avanços" na relação entre o governo municipal e as demais esferas. Rossi disse "continuará acompanhando o processo" para garantir as intervenções.

"Continuaremos acompanhando o processo para garantir que a revitalização saia do papel. As pequenas intervenções, como tapa buraco, começaram em algumas localidades, mas, a estrada precisa de uma reforma total”, constatou Rossi.

Grupo de trabalho acompanha o processo

O projeto de reconstrução da principal ligação entre o Centro e os distritos de Petrópolis foi apresentado ao Ministério Público. Foi instituído um grupo de trabalho, que acompanha o trâmite das obras. A equipe conta com integrantes da Secretaria de Obras, Desenvolvimento Econômico, Coordenadoria de Planejamento e Gestão Estratégica e CPTrans; além do vereador Maurinho Branco, do presidente da NovAmosanta, Jorge de Botton; e do empresário Aloísio Rodrigues.



Edição anterior (1551):
sexta-feira, 08 de fevereiro de 2019
Ed. 1551:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1551): sexta-feira, 08 de fevereiro de 2019

Ed.1551:

Compartilhe:

Voltar:







Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior