Edição anterior (1760):
quinta-feira, 05 de setembro de 2019
Ed. 1760:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1760): quinta-feira, 05 de setembro de 2019

Ed.1760:

Compartilhe:

Voltar:


  Diário Comunidades

Ônibus da viação Trel quebra e interdita Serra Velha por três horas

Cerca de seis coletivos da Petro Ita ficaram presos na altura do Açude

Antônio Reuther


 Um ônibus da viação Trel, que fazia a linha Imbariê x Petrópolis, quebrou, na manhã desta quarta-feira (04), e causou transtornos aos usuários do transporte que passa pela Serra da Estrela.  A serra ficou completamente interditada por cerca de três horas, prejudicando algumas linhas da Petro Ita.

A empresa informou que as linhas 420 e 453 foram as afetadas, havendo a retenção de pelo menos seis coletivos na localidade, sem nenhuma possibilidade de deslocamento ou mudança de itinerário.

Um usuário frequente dos ônibus da viação Trel, se mostrou revoltado com o atual estado dos carros da empresa. De com Lucas Rodrigues, o problema ocorre de forma frequente e apenas atrapalha a rotina das pessoas sobem e descem a Serra Velha.

-É quase que diário. Toda semana, pelo menos umas três vezes, o Trel quebra. Isso sem contar com a dificuldade que eles têm em cumprir os horários. Se um ônibus está marcado para sair de às 9h, ele sai às 9h20. A manutenção nem se fala. Há carros com portas e janelas quebradas e já é um problema bem antigo – disse Lucas.

Vale lembrar que no dia 10 de junho, outro ônibus da viação Trel também quebrou, porém, no Alto da Serra, causando grande congestionamento e atrasando a vida de muitos petropolitanos.

Até o fechamento desta edição, a viação Trel não respondeu aos questionamentos.

Informações Setranspetro

A Petro Ita informa que os ônibus que fazem as linhas 420 – Meio da Serra (Via Rua Teresa) e 453 – Meio da Serra (Via Santos Dumont) restabeleceram normalmente a operação por volta das 13h, após a Serra Velha ser totalmente liberada.

Na manhã de hoje, às 8h45, um ônibus da Viação Trel interditou a pista, impossibilitando a passagem de qualquer veículo na região. Segundo a Petro Ita, por conta do incidente, pelo menos seis coletivos ficaram retidos na localidade, sem nenhuma possibilidade de deslocamento ou mudança de itinerário.

A empresa realizou o levantamento sobre o impacto total na operação, sendo contabilizadas perdas de 22 partidas.

Nesse mesmo período, a linha 413 – Lopes Trovão circulou normalmente, sem nenhuma perda de viagem. A linha mencionada faz a manobra dois quilômetros antes do ponto final do Meio da Serra.



Edição anterior (1760):
quinta-feira, 05 de setembro de 2019
Ed. 1760:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1760): quinta-feira, 05 de setembro de 2019

Ed.1760:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior