Edição anterior (2256):
quarta-feira, 13 de janeiro de 2021
Ed. 2256:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2256): quarta-feira, 13 de janeiro de 2021

Ed.2256:

Compartilhe:

Voltar:


  Geral

Papelarias esperam movimento fraco sem aulas presenciais

Ainda não há definição sobre o retorno das aulas em Petrópolis

Wellington Daniel

 

Sem a definição sobre o retorno das aulas presenciais em Petrópolis, o mês de janeiro tem sido diferente nas papelarias. Por essas épocas, começaria uma corrida para a compra dos materiais escolares. Porém, o que se vê é pouca procura, sendo a maior por livros e muitas compras online.

O proprietário da Papelaria Semadri, Sérgio Luiz Maiworm, diz que a procura na loja tem sido por livros e material em geral, como cadernos, lapiseiras, lápis de cor e canetinha. Ainda assim, não se compara ao que seria com o movimento normal. De acordo com ele, vendas de produtos como mochilas e estojos estão em quase zero. A expectativa é ter metade do faturamento do ano passado.

- O movimento está bem fraco, em relação aos outros anos. Mas já era esperado, até mesmo pelo não retorno das aulas presenciais. Estou esperando que seja, mais ou menos, a metade do que foi ano passado. Se for isso, acredito que ainda esteja em bom tamanho.

Já o gerente de vendas da Obelisco, Fábio Campos da Silveira, afirma que ainda não sentiu diferença na loja. É que neste período os pais costumam encomendar os livros, o que, de acordo com ele, não teve mudanças. Quando os produtos chegam, os clientes também compram o material. Para essa fase, é onde há uma expectativa de queda.

- A princípio, não sentimos nenhuma diferença, porque agora começamos a vender livros, que é uma parte que fazemos encomendas. Essa não sentimos mudança. Até agora, não houve mudança de comportamento nem de faturamento. O que cresceu muito foi a compra pelo site e whatsapp – explicou.

Silveira e Maiworm também concordam que não houve grandes alterações nos preços, por parte dos fornecedores. De acordo com o proprietário da Semadri, a exceção é de materiais que levam PVC e plástico em geral, mas o material escolar se manteve. Já o gerente de vendas, vê até mesmo uma redução.

 - O fornecedor manteve, não teve acréscimo neste ano. Pelo contrário, muitos ainda conseguiram vender mais barato – explicou Silveira.

Em 2020, o consumidor aprendeu a comprar pela internet e as lojas tiveram que conseguir atender a essa nova demanda, devido ao tempo em que ficaram fechadas. O novo comportamento também foi percebido pelas duas papelarias ouvidas. Ambas citam o aumento das vendas online.

- Estamos vendendo também pelo whatsapp e e-mail. Tem muita gente que está fazendo o pedido desta forma. Tem gente que não quer vir presencialmente a papelaria e passa a lista pelo whatsapp, respondemos e também mandamos entregas – explicou Maiworm.

 



Edição anterior (2256):
quarta-feira, 13 de janeiro de 2021
Ed. 2256:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2256): quarta-feira, 13 de janeiro de 2021

Ed.2256:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior