Edição anterior (1523):
sexta-feira, 11 de janeiro de 2019
Ed. 1523:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1523): sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Ed.1523:

Compartilhe:

Voltar:


  Diário Comunidades

Passageiros sofrem e cobram mais horários para a linha 700

Natália Rodrigues

Desde o início do ano, passageiros relatam aumento no tempo de espera dos ônibus da linha 700, realizados pela empresa Turb. Conforme relatos passados ao jornal, as dificuldades são vistas ao longo do dia, mas o pior cenário é durante o início da manhã.

A doméstica Dariane Nogueira reside em Corrêas e trabalha em Itaipava, porém nos últimos dias tem chegado atrasada ao trabalho.

- Ontem cheguei ao ponto às 6h30 e só teve ônibus umas 7h15, trabalho em Itaipava, tenho que estar lá às 8h, mas só tenho conseguido chegar depois de 8h30. Os horários da Turb estão um caos, ficaram mais distantes entre uma viagem e outra. São poucos carros na rua, sendo que como muitas pessoas estão de férias, tem menos carros nas ruas, o tempo de viagem era para ser menor, mas está ocorrendo justamente o contrário – disse.

Dariane utiliza diariamente os ônibus da linha 700 e relatou que a mudança foi percebida por outros passageiros. Eles acreditam que houve redução na oferta dos coletivos comparada ao mês anterior, pois o tempo de espera aumentou.

- O comentário no ônibus e nas filas é que a empresa reduziu o número de carros por conta do período de férias, mas ela não pode fazer isso. São poucos ônibus e os horários ficaram distantes, está ficando difícil. Que tomem uma providência logo é revoltante para nós que precisamos trabalhar ficar passando dificuldades quanto a isso – falou.

A passageira explicou ainda que procurou entrar em contato com a empresa, mas sem sucesso.

- Como na parte da manhã eu chego já atrasada ao Terminal não procuro o fiscal, mas quando volto do trabalho não vejo ninguém da empresa. Já liguei algumas vezes para eles buscando solução, mas o número disponibilizado só dá ocupado, não sei a quem mais podemos recorrer – contou.

Em nota a prefeitura informou que em resolução datada de 2008 que regulamenta o serviço de transporte coletivo de passageiros no município, permite, no período de férias escolares, acentuada redução no número de veículos da linha. Na prática, o tempo médio de saída dos ônibus do Terminal Itaipava passou de 8 para 10 minutos em horários de pico e 15 minutos no entre picos. A redução da demanda de passageiros neste período, porém, é de 25%. Nesta quarta-feira (09), a CPTrans registrou uma falha na operação, onde houve interrupção de 23 minutos nos horários de saída – a companhia notificou a empresa que resolveu o problema de imediato. A CPTrans pede que o usuário denuncie as irregularidades pelo 156.

Resposta da empresa

Em função do período de férias, que abrange toda a rede pública e privada  de educação, sempre há uma redução significativa na demanda de passageiros. No caso da linha 700 - Terminal Itaipava, houve queda de 30% no número de usuários entre dezembro e janeiro, sendo necessária a racionalização operacional para evitar prejuízos financeiros que podem acarretar em desequilíbrio para o sistema, sobrecarregando a tarifa. Com isso, a frequência de partidas dos ônibus que saem do Terminal Itaipava passaram de sete para nove minutos. Já na manhã de hoje, houve reforço no horário de pico, que é compreendido entre 6h30 e 9h.

 



Edição anterior (1523):
sexta-feira, 11 de janeiro de 2019
Ed. 1523:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1523): sexta-feira, 11 de janeiro de 2019

Ed.1523:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior