Edição anterior (1553):
domingo, 10 de fevereiro de 2019
Ed. 1553:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1553): domingo, 10 de fevereiro de 2019

Ed.1553:

Compartilhe:

Voltar:


  Passagem

 Os ônibus da linhas das Empresas Única/Facil  sofrerão reajuste médio de 2,44%. 

Passagens de ônibus intermunicipais ficarão mais baratas a partir de segunda-feira

Fonte Jornal Extra

As passagens da maior parte das linhas intermunicipais do Estado do Rio ficarão mais baratas a partir da próxima segunda-feira (dia 11). Segundo uma portaria publicada nesta sexta-feira, pelo Departamento de Transportes Rodoviários (Detro), no Diário Oficial do Estado, os valores ficarão cerca de 3,19% menores nos ônibus que operam dentro da região metropolitana. Já a redução nas linhas convencionais do interior será em torno de 1,08%.

De acordo com o texto, 924 das 1.187 linhas intermunicipais terão suas passagens reduzidas a partir da próxima semana.

Os ônibus rodoviários de linhas não metropolitanas sofrerão reajuste médio de 2,44%. Também para eles a mudança nos valores começa a valer na segunda-feira.

O Detro lembra que as o cálculo para as vans é baseado em um decreto que prevê que os valores cobrados por ela sejam “10% superiores aos do serviço convencional de transporte coletivo”.

A título de exemplo, as tarifas na linha Charitas - Gávea (via Túnel Santa Bárbara), conforme tabelas do site do Detro, passarão a custar R$ 8,35 (ônibus convencional com ar-condicionado) e R$ 20,15 (ônibus executivo). Antes, os valores eram R$ 8,45 e R$ 20.

A linha 102-C, Duque de Caxias - Central (via 25 Agosto), passará a custar R$ 6, uma redução em relação aos R$ 6,20 cobrados

Após a divulgação dos reajustes, a Federação das Empresas de Transportes de Passageiros do Estado do Rio de Janeiro (Fetranspor) divilgou comunicado afirmando que “foi surpreendida com o percentual aplicado pelo poder concedente, pois não cobre todos os custos assumidos pelas operadoras no ano anterior”.

Segundo a Federação, todos os custos do setor tiveram alta em 2018, e cita como exemplo “óleo diesel (13,68%), pneus (10,43%), veículos (7,7%) e mão-de-obra (3%)”. E destaca que o número de passageiros caiu 7,19% em relação ao ano anterior.

“A federação está aguardando o acesso à cópia do processo para analisar e conferir os cálculos realizados pelo Estado. Após o recebimento e estudo do processo, serão analisadas as ações a serem tomadas”, acrescentou.

Cálculo do reajuste
Segundo o Detro, os índices de reajuste são estabelecidos com base em uma planilha do Ministério dos Transportes, que é “atualizada conforme estudos técnicos”.

Entram na conta preços dos insumos e indicadores operacionais (se o ônibus é urbano ou rodoviário; a região por onde circula; a quilometragem; a média de passageiros transportados; entre outros).

Dos índices que deveriam ser aplicados, segundo a tabela, foi feito um abatimento dos R$ 35,7 milhões referentes a gratuidades que o Estado repassou às empresas em 2017, e também da devolução de “R$ 0,28, valor corrigido dos R$ 0,27 cobrados dos usuários das linhas intermunicipais ao longo de 2017”, explicou o Detro.

Confira no link abaixo os valores das novas tarifas:

http://www.detro.rj.gov.br/uploads/portarias/portaria1448.pdf



Edição anterior (1553):
domingo, 10 de fevereiro de 2019
Ed. 1553:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (1553): domingo, 10 de fevereiro de 2019

Ed.1553:

Compartilhe:

Voltar:

Casando com Estilo








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior