Edição anterior (2132):
sexta-feira, 11 de setembro de 2020
Ed. 2132:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2132): sexta-feira, 11 de setembro de 2020

Ed.2132:

Compartilhe:

Voltar:


  Estado

Pesquisa do IFec RJ

Aproximadamente 155 mil empresários do setor de comércio e serviços esperam algum aumento na demanda nos próximos três meses

O retorno gradual da economia no estado do Rio de Janeiro começa a sinalizar uma melhora no ambiente de negócios. É o que mostra a sondagem do Instituto Fecomércio de Pesquisas e Análises (IFec RJ), com 517 empresários fluminenses, que teve como objetivo acompanhar a situação presente e as expectativas para os próximos três meses, nos segmentos do comércio de bens, serviços e turismo, além dos indicadores de endividamento e inadimplência. Para 38,1% (155 mil) dos empresários do estado do Rio é aguardado um aumento na demanda, outros 39,7% acreditam que o consumo se estabilizará e 22,2% ainda esperam alguma diminuição no consumo.

Quando o mesmo grupo de entrevistados foi perguntado sobre a demanda dos últimos três meses, 17% informou que melhorou, 13,9% se estabilizou e 69,1% disseram ter diminuído ou diminuído muito.  

Como estão os negócios

Ainda considerando os três meses passados, a pesquisa do IFec RJ indagou os empresários sobre como está a situação do seu negócio. Cerca de 18,6% disseram ter melhorado de alguma maneira, para 15,9% ficou igual e para 65,6% piorou ou piorou muito. Dentro do período dos meses anteriores, a sondagem também perguntou como se comportou o número de empregados de suas empresas. Para 6% dos entrevistados aumentou, outros 37,5% informaram que estabilizou e 56,5% disseram ter diminuído de alguma forma.

O levantamento também procurou entender a expectativa com relação ao número de empregados para os próximos três meses. A maioria dos empresários (56,9%) informou que espera uma estabilidade, ou seja, manter o número atual de funcionários. Para 16,6% deve aumentar de alguma maneira. Outros 26,5% ainda acreditam que ocorrerá alguma diminuição. 

Endividamento e Inadimplência

Muitos empresários ainda enfrentam dificuldade para obter crédito junto às instituições financeiras, ocasionando em alguma dificuldade nos negócios. Considerando o endividamento, a pesquisa do IFec RJ perguntou como os entrevistados consideram que sua empresa ficou nos últimos três meses: endividadas (26,5%), muito endividadas (23,2%), pouco endividadas (21,9%) e não ficaram endividadas (28,4%).

Apesar da pesquisa mostrar que 41% dos empresários não terem ficado inadimplentes, 25,3% informaram estar inadimplentes, 13% muito inadimplentes e 20,7% pouco inadimplentes.   

 Sobre a Fecomércio RJ

A Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado do Rio de Janeiro (Fecomércio RJ) é formada por 59 sindicatos patronais fluminenses e representa os interesses de todo o comércio de bens, serviços e turismo do estado. O setor reúne mais de 323 mil estabelecimentos, que respondem por 2/3 da atividade econômica do estado e representam 68% dos estabelecimentos fluminenses, gerando mais de 1,6 milhão de empregos formais no total, que equivalem a 61% dos postos de trabalho com carteira assinada no estado do Rio de Janeiro. Além disso, a Fecom

 



Edição anterior (2132):
sexta-feira, 11 de setembro de 2020
Ed. 2132:

Capa

Compartilhe:

Voltar:

HOJE

Edição anterior (2132): sexta-feira, 11 de setembro de 2020

Ed.2132:

Compartilhe:

Voltar:








Rua Joaquim Moreira, 106
Centro – Petrópolis – RJ
Cep: 25600-000

ABRAJORI – Associação Brasileira dos Jornais do Interior